"Eu, Amor", peça de lageana vence o 7º Festival Nacional de Cenas Curtas

Peça concorreu com outras 96 produções de todo o país, que teve a grande final na noite deste sábado (31), vencendo como melhor curta, e ainda conquistando indicação de melhor texto, e terceiro lugar em melhor atriz. 

Do LD 

📷 Peça lageana "Eu, amor" vence o 7º Festival Nacional de Cenas Curtas. (Foto: REPRODUÇÃO / REDES SOCIAIS) 

LAGES — Um filme produzido, editado, atuado e escrito por uma lageana em uma "viagem sozinha" como Julia Adhara, 21, mesmo descreveu em uma rede social, venceu o 7º Festival Nacional de Cenas Curtas com a grande final realizada na noite de ontem, sábado (31), de forma online, e com jurados de grande renome no mundo artístico. O festival contou com a participação de 96 produções, sendo que para a grande final, foram 20 cenas classificadas. 

A cena "Eu, Amor", de Julia foi uma das 20 finalistas e concorreu com indicações nas categorias de Texto/Roteiro; Direção; Atriz; Ator; e Melhor Cena, e vencendo como Melhor Cena, além de ficar em terceiro na categoria de melhor atriz. 


Sobre a cena

"Eu, amor" é um drama existencialista que fala sobre uma garota que conhecia exatamente a face do amor. Ela o via e o tocava... até o dia em que ele fez suas malas e bateu a porta. O amor a havia deixado sozinha. O amor a havia abandonado. Esse amor não era digno de ser chamado de amor, mas ela ainda precisava encontrar alguém que fosse.

O Festival teve como jurados na grande final nomes da dramaturgia brasileira como as atrizes Mariana Santos ("Pega-Pega"), Juliana Trevisol ("Pega-Pega" e "Gênesis"), Cristina Pereira ("Pega-Pega" e "Salve-se Quem Puder") e Adriana Birolli ("Fina Estampa" e "Império"), e os atores Flavio Bauraqui ("Arcanjo Renegado" e "Filhos da Pátria"), e Bernardo de Assis ("Salve-se Quem Puder"). 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog