Os portões do Parque de Exposições Conta Dinheiro abrem às 17h para o Moha Festival e quem quiser passear no evento. Antes disso, porém, a partir das 10h, o visitante já pode comprar os ingressos na bilheteria do parque.

em Lages/SC

📷 Capital Inicial é uma das atrações da noite deste sábado no palco nacional. (Foto: Divulgação)





Depois da memorável programação da noite de sexta-feira (21) da Festa Nacional do Pinhão, em Lages, quando aconteceram os shows de Ferrugem, Zeeba e Lucas Lucco, as atenções estão voltadas para a sequência da programação do evento. Neste sábado (22), acontecem três grandes atrações no palco Nacional. Skank, Capital Inicial e Armandinho prometem agitar o público. O Moha Festival, no Backstage Prime, é lugar para quem curte a música eletrônica. E para quem gosta da música tradicionalista, o palco Nativista oferecerá excelentes opções.

Com mais de 5,5 milhões de discos vendidos, Skank volta a Lages para a alegria dos fãs. O grupo se apresentou na Festa do Pinhão pela última vez em 2008. Atualmente, está percorrendo o Brasil com a turnê “Os três primeiros”, em comemoração a carreira de quase 30 anos do grupo. Os shows contam com um repertório de canções dos três últimos álbuns. Skank deverá apresentar sucessos como “Partida de futebol”, “ Garota nacional”, “Tão seu”, “Tanto”, “Jackie tequila”, entre outros.

📷 Skank volta ao parque Conta Dinheiro. (Foto: Divulgação)

Quem também retorna a Lages, depois de três anos, é o Capital Inicial, uma das maiores bandas do rock nacional. Com mais de 35 anos de carreira, o grupo, comandado pelo vocalista Dinho Ouro Preto, promete levar a galera ao ápice. O show contará com músicas como “Natasha”, “Primeiros erros”, “À sua maneira”, "Quatro vezes Você" e “Passageiro”, por exemplo.

Ainda no palco Nacional, o gaúcho Armandinho, uma das referências do reggae no Brasil, fará a alegria do público. O artista trará a Lages alguns de seus hits consagrados, como “Desenho de Deus”, “Folha de bananeira”, “Toca uma reggueira aí”, Analua, “Ursinho de Dormir” e “Outra noite que se vai”.

📷 Armandinho é atração no palco nacional. (Foto: Divulgação)

Música eletrônica e tradicionalismo

A festa no backstage começa mais cedo neste sábado. No Moha Festival terá Jetlag, formado pelos Djs Paulo Velloso e Thiago Mansur. A dupla vem garantindo espaços importantes no cenário da música eletrônica com participações em festivais nacionais e internacionais. Eles ganharam destaque depois de produzirem os remixes de “Oracão”, de Léo Fressato, e “Trem-bala”, de Ana Vilela. Na sequência, quem toca a programação eletrônica são os DJs Lucas Benetti e Dropack.  Um dos atrativos do Moha Festival é o open food de entrevero, das 18h às 20h.

No palco Nativista, o visitante poderá aproveitar a noite dançando e cantando com Éder Goulart, um dos maiores ícones da música nativista da região serrana de Santa Catarina. Além disso, neste mesmo palco, vão se apresentar o Grupo Moda Boa e Expedito e os Campeiros.