Postagens

Mostrando postagens de Abril 8, 2020


Santa Catarina contabiliza 501 casos confirmados e 17 mortes por coronavírus

Imagem
Entre o boletim divulgado na terça-feira e o desta quarta-feira, houve um aumento de 9,6% no número de casos confirmados no Estado. Por LD , Lages/SC O número de casos confirmados em Santa Catarina subiu 9,6% entre o boletim divulgado na terça-feira (7) e o boletim divulgado no fim da tarde desta quarta-feira, 8, passando dos 457 casos para 501 casos confirmados em 24 horas. O número de mortes também subiu e nas últimas 24 horas duas pessoas acabaram perdendo a vida por conta da Covid-19, sendo dois homens, um de Antônio Carlos, na Grande Florianópolis, de 79 anos, e um de Criciúma, no Sul do Estado, de 87 anos. saiba mais ::: Estado conta com 220 leitos de UTI novos para pacientes da Covid-19 ::: Lages confirma o primeiro caso de transmissão comunitária do coronavírus Dos 501 casos confirmados, 52 pacientes estão internados em UTIs das redes pública e privada. Desde o início da pandemia, 72 pacientes já receberam alta da UTI e passaram para quartos de enf

Estado conta com 220 leitos de UTI novos para pacientes com Covid-19

Imagem
Em levantamento feito na última terça-feira, 7, o Estado conta com 1.037 leitos de UTI, entre neonatais, adultos e pediátricos. Por ANDREY LEHNEMANN da ASSESSORIA DO SAMU SANTA CATARINA, Florianópolis/SC 📷 Hospital Terezinha Gaio Basso / Divulgação O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria da Saúde, já criou 220  novos leitos de UTI  em hospitais públicos e filantrópicos desde o início da pandemia do novo coronavírus – o que representa 25% a mais da capacidade hospitalar pré existente no Estado. Unidades de todas as regiões, em 21 municípios, já tiveram a capacidade de internações ampliada. Em levantamento feito nesta terça-feira, 7, o Estado conta com 1.037 leitos de UTI, entre neonatais, adultos e pediátricos. As novas vagas estão em Florianópolis, São José, Criciúma, Araranguá, Tubarão, Blumenau, Timbó, Itajaí, Balneário Camboriú, Joinville, Jaraguá do Sul, Mafra, Porto União, Lages, Joaçaba, Concórdia, Caçador, Curitibanos, Chapecó, Xanxer

Lages registra o primeiro caso de transmissão comunitária do coronavírus

Imagem
A transmissão comunitária é quando a pessoa infectada não viajou para um local onde já havia transmissão do vírus, e na própria cidade, acabou infectando outra pessoa que também não viajou. Por LD , Lages/SC 📷 Prefeitura de Lages / Divulgação Subiu para sete o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) em Lages, na Serra Catarinense. Destes, foi confirmado nesta quarta-feira (8), o primeiro caso de transmissão comunitária no município, ou seja, o primeiro caso de transmissão entre uma pessoa e outra dentro do próprio município e onde nenhuma das pessoas este fora da cidade nos últimos dias. A partir desta quarta-feira, 8, a Prefeitura de Lages adotou a mesma medida que os governos Estadual e Federal já vinham adotando na divulgação dos casos, passando a divulgar apenas os casos confirmados e porventura os óbitos que venham a ocorrer na cidade, e não serão mais divulgados os casos suspeitos e os descartados, e isso se deve principalmente pela grand

CDL de Lages repudia o Decreto que prorrogou por mais cinco dias a quarentena para o comércio

Imagem
Entidade considerou a medida como uma “concorrência desleal” devido o Governo ter liberado outros serviços com “mais aproximação” já estarem abertos. Por LD , Lages/SC 📷 Divulgação / Grupo Juntos Somos Fortes  Empresários e colaboradores de empresas de Lages realizaram na manhã desta quarta-feira, 8, um protesto pacífico no calçadão da Praça João Costa, pedindo a volta das atividades, especialmente no setor do comércio que é o mais afetado pelo isolamento social e que teve a previsão de retorno para esta quarta-feira frustrada devido a publicação de um novo Decreto, o de nº 550/2020 com a determinação de continuarem fechados por pelo menos cinco dias.   O Decreto publicado nesta quarta-feira (8) prorroga por mais cinco dias a restrição de abertura de comércio, considerado não essencial. O documento restringindo o comércio foi criticado e até alvo de uma nota de repúdio da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Lages que considerou o Decreto impossibilitando a ab