Apesar de cair da estrutura, padre não se feriu e mulher foi contida pela Polícia Militar.

Por LD,
Em Lages/SC


O padre Marcelo Rossi foi empurrado, por uma mulher, do altar durante uma celebração de uma missa na cidade de Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, em São Paulo, neste domingo (14). Apesar do susto e da queda da estrutura onde ficava o altar, ele não se feriu. Já a mulher foi contida pela Polícia Militar. (Veja o vídeo acima).

Segundo informações do portal G1, a mulher teria furado a segurança e invadido o palco durante a celebração da missa de encerramento do acampamento “Por Hoje Não” (PHN) e que por volta das 14h50, a mulher conseguiu furar o bloqueio dos seguranças e invadiu a área do altar e empurrou o padre.

No momento, haviam pelo menos 50 mil pessoas acompanhando a celebração. A mulher foi encaminhada pela Polícia Militar até a delegacia do município de Lorena para o registro do caso, mas informou que o padre decidiu não registrar a agressão, por isso, a ocorrência está sendo feita pela Canção Nova – organizadora do evento.

📷 Reprodução / Canção Nova

Segundo a PM, a mulher tem 40 anos e ela integrava um grupo que veio do Rio de Janeiro para o evento. Os acompanhantes informaram à PM que ela sofre de transtornos mentais.

Em nota a Canção Nova informou que lamenta o incidente ocorrido com o padre Marcelo Rossi durante a missa e informou que ele foi atendido pela equipe médica do evento e, após ser liberado, seguiu com a celebração até o fim.