Estão expostos os mais diversos produtos, que prometem agradar a todos os gostos, principalmente artigos de decoração, utilidades, lembrancinhas e presentes. Os valores também são variados, com peças a partir de R$ 10,00.

Por ALINE TIVES da ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Toninho Vieira / ASCOM PML
O Armazém das Artes, espaço para exposição e comercialização do artesanato local, está em novo endereço. A partir desta segunda-feira (29 de abril) passa a atender na Casa do Artesão, localizado ao lado da Fundação Cultural de Lages (FCL) e do Museu Histórico Thiago de Castro, no Centro. O horário de funcionamento é das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.

O endereço antigo era na Rua Nereu Ramos, um pouco para baixo do Teatro Marajoara. O trabalho é coordenado pela Prefeitura de Lages, através da diretoria de Inclusão Social e Cidadania, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação. Segundo a coordenadora, Rita Muniz, este é um endereço provisório, pois quando as revitalizações do calçadão da praça João Costa e do Mercado Público estiverem prontas, as artesãs ganharam um espaço fixo para exporem seus produtos. “Será um espaço totalmente revitalizado e bonito, bem no coração da cidade onde elas terão mais visibilidade, sendo muito bom para a comercialização”, comenta.


O Armazém das Artes conta com a participação de sete grupos que produzem artesanato na cidade: Arte Terapia; Luz e Vida; Tramatusa; Ciranda; Criarte; Soroptimistas e Irmãs Clarissas. Ao todo, cerca de 50 mulheres artesãs compõe os grupos, sediados em diversos bairros. Recentemente dois homens passaram a integrar a equipe, trazendo o artesanato em vime e também na madeira.

Estão expostos os mais diversos produtos, que prometem agradar a todos os gostos, principalmente artigos de decoração, utilidades, lembrancinhas e presentes. Os valores também são variados, com peças a partir de R$ 10,00 e outras mais elaboradas que podem passar de cem reais. “São preços muito bons, acessíveis tanto ao bolso dos turistas quanto dos lageanos”, garante a coordenadora.

Em datas especiais as artesãs organizam feiras na praça João Ribeiro, em frente à Catedral. A exemplo da Páscoa, a próxima feira será nos dias que antecedem o Dia das Mães, na sexta e sábado (10 e 11 de maio).  Toda a renda arrecadada com a venda dos artesanatos será revertida para os grupos, que também auxiliarão na organização do espaço e atendimento aos clientes.

Outro trabalho social que está sendo realizado pela prefeitura são as oficinas de artesanatos nos bairros, ensinando mulheres iniciantes a aprender este ofício. “O artesanato muitas vezes é o pilar de sustentação do orçamento doméstico nas famílias destas mulheres. Nosso papel é auxiliá-las, garantindo mais qualidade de vida para as mulheres lageanas”, diz Rita.