Postagens

Mostrando postagens de Maio 29, 2017

BR-282 com tráfego em meia pista para retirada de carreta em Alfredo Wagner

Imagem
Durante o período entre 09h e 14h, o trânsito ficará em meia pista no sistema pare-siga . Haverá o bloqueio total da rodovia durante 45 minutos.                                   Por LAGES DIÁRIO, em Lages/SC 📷 Divulgação / PRF A Polícia Rodoviária Federal (PRF) posto de Rancho Queimado está orientando os motoristas que nesta terça-feira (30), o tráfego na rodovia na altura do quilômetro 87 da BR-282, em Alfredo Wagner, estará em apenas meia pista devido a uma operação de retirada de uma carreta que tombou na semana passada. Serão utilizados dois guindastes para a operação, por isso a PRF pede cuidado redobrado dos motoristas ao trafegarem pela região entre às 09h e 14h, horário que a operação será realizada. Durante este período, haverá a interdição total da rodovia por cerca de 45 minutos.

Festa do Pinhão 2017 terá torneio de laço

Imagem
Laçada do Pinhão será realizado no dia 11 de junho na Chácara Bom Jesus . Por LAGES DIÁRIO, em Lages/SC 📷 Arquivo Pessoal / Silvio Girardi U ma chance de voltar às origens, é isso que a Laçada do Pinhão deve fazer ao recordar as primeiras edições da Festa Nacional do Pinhão que em 2017 chega a sua 29ª edição. O evento será realizado no dia 11 de junho, ou seja, no domingo, na chácara Bom Jesus e promete resgatar a tradição no evento.

Rio Carahá não está mais escoando e risco de inundação é iminente

Imagem
Equipes da Defesa Civil estão realizando trabalho de prevenção com as famílias que moram em locais onde historicamente alagam . Por LAGES DIÁRIO, em Lages/SC 📷 Maurício Santos / Lages Diário A pós três dias de tempo chuvoso em Santa Catarina e desde sábado (27) que praticamente chove sem parar, o rio Carahá agora parou de escoar e está represado por conta do alto nível do rio Caveiras, onde o Carahá deságua. Por esse motivo, a Defesa Civil começou um trabalho de prevenção com as famílias que moram em áreas onde historicamente são atingidas pela inundação. A situação mais crítica é na região dos bairros Habitação e Caça e Tiro, na zona Leste de Lages, onde o rio Carahá não escoa e o nível continua subindo.

Polícias Civil e Militar elucidam latrocínio em menos de 24 horas na Serra

Imagem
Crime ocorreu na noite de quinta-feira em uma padaria de Lages . Por ASSESSORIA DE IMPRENSA DA POLÍCIA CIVIL DE SANTA CATARINA , em Lages/SC 📷 Philip Albert / Lages Diário A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Lages, em ação conjunta com a Polícia Militar (PPT e P2), resultou no esclarecimento, em menos de 24 horas, do crime de latrocínio (roubo seguido de morte), contra um empresário de 52 anos, ocorrido na noite da última quinta-feira, 25, no seu estabelecimento comercial, localizado no Bairro Universitário, em Lages, na Serra catarinense.

Prefeito reúne colegiado para reunião emergencial

Imagem
Colegiado se mobiliza para atender as eventualidades que possam ocorrer em função das previsões de mais chuva nas próximas horas . Por ASCOM PML , em Lages/SC 📷 Greik Pacheco / ASCOM PML N a manhã desta segunda-feira (29), o prefeito Antonio Ceron convocou o colegiado para uma reunião emergencial, para deixar todos em sintonia diante dos problemas relacionados à chuva. O executivo de Defesa Civil de Lages, Jean Felipe Silva de Souza fez um amplo relato da atual situação e pediu para que cada Secretário ou Executivo também se posicione ainda nesta segunda-feira, sobre o que foi afetado em suas áreas. A questão está sendo tratada com enorme atenção pela Prefeitura, principalmente porque os sistemas de alerta não tem boas previsões para as próximas horas. Há previsão de muita chuva para a terça e quarta-feira.

Defesa Civil de Lages aciona abrigo para alojar atingidos pela chuva

Imagem
Chuva não dá trégua. A Defesa Civil mantém o alerta máximo em Lages Da ASCOM PML, em Lages/SC 📷 Maurício Santos / Lages Diário A chuva que continua caindo segue preocupando a comunidade lageana. Nas últimas 72 horas, a precipitação chegou a 128 mm. Com a chuva desta madrugada, ficaram desalojadas 34 pessoas. Destas, 16, foram encaminhadas a um abrigo organizado junto à Associação de Moradores do bairro Habitação. É justamente neste bairro, mais propriamente na Rua das Bracatingas, que a água já invadiu inúmeras casas. O problema é que o rio Carahá segue subindo em média de 3 a 5 cm por hora, e nesta segunda-feira (29),o registro é de que o leito está 4.8 metros acima do nível.