Dona da Warner negocia com Discovery criação de gigante do streaming de US$ 150 bi

A AT&T e Discovery tentam implementar streaming que reuniria marcas como HBO Max, CNN, Discovery, Animal Planet, Cartoon Network, entre outras. 

Do LD
Lages/SC

À esquerda, Jim Parsons como Sheldon Cooper, na série "The Big Bang Theory" e à direita, a chef Giada de Laurentiis, do canal Food Network. (Foto: DIVULGAÇÃO)

Um acordo bilionário na ordem de US$ 150 bilhões (cerca de R$ 790 bilhões), pode estar perto de ser concretizado e assim formar uma nova gigante do streaming. Esse acordo envolve duas gigantes do setor de comunicações, a AT&T dona da Warner Media, com a rival Discovery. 

Segundo a Financial Times, conselho de diretores da AT&T se reuniria neste domingo (16) para aprovar o acordo, sendo que ele deve ser anunciado nos próximos dias. 

O acordo

O novo streaming reuniria um catálogo valioso com grandes sucessos do cinema e da televisão produzidos pelos estúdios da Warner Bros, a rede HBO, além de canais como a CNN, Cartoon Newtork, Boomerang, TNT, Cinemax, TBS esses do lado da Warner Media, além de canais como Discovery Channel, Discovery Plus, Discovery Turbo, Discovery Kids, Food Network, TLC, Animal Planet, HGTV, Travel Channel, Eurosport, entre outros. 

Esse streaming viria para concorrer com outros dois streamings poderosos, a Netflix e o Disney+, mas há ainda outros players criados recentemente tais como o Apple+, Paramount+, o HBO Max (WarnerMedia), e Discovery P`lus, os dois últimos seriam unificados nesta nova plataforma. 

Apesar do acordo ainda ter sido divulgado, e muito menos sua estrutura, acredita-se que a AT&T seria a controladora majoritária, já que tem um valor de mercado de aproximadamente US$ 230 bilhões, enquanto a Discovery tem valor de mercado de US$ 24 bilhões. 

Comentários