Longa estrelado por Joaquin Phoenix e direção de Todd Phillips estreou em outubro e atingiu a marca nesta sexta-feira (15). A marca ainda é mais impressionante já que o filme não estreará na China.

Por LD,
Lages/SC

📷 Uma das cenas mais emblemáticas do "Coringa" fazendo a escada se tornar ponto turístico em Nova York. (Foto: Warner Bros. / Divulgação)

Aclamado pela crítica e sucesso entre amantes de cinema e de quadrinhos, “Coringa” tem impressionado a cada dia que passa. Após se tornar o filme baseado em HQs mais lucrativo da história, o longa estrelado por Joaquin Phoenix e dirigido por Todd Phillips (“Se Beber, não Case”), foi o primeiro filme com classificação para maiores que atingiu a marca de US$ 1 bilhão em todo o mundo.


“Coringa” (Joker) se tornou o primeiro filme com classificação “R” nos EUA a bater a marca de US$ 1 bilhão. No Brasil, o longa foi lançado com recomendação para maiores de 16 anos. Os números de bilheteria desta sexta-feira (15) foram os responsáveis por empurrar o filme sobre o vilão mais icônico do Batman para além da barreira do US$ 1 bilhão, informou a Warner Bros.

Os números seriam ainda mais impressionantes se o longa estreasse na China - um dos principais mercados do cinema - o que dificilmente irá ocorrer devido a restrições a temática do filme. Outro fator que poderia ter aumentado ainda mais os números de bilheteria seria se ele fosse exibido em 3D (ingresso mais caro). 

Rumo ao Oscar

O filme tem sido bastante elogiado, especialmente pela interpretação de Joaquin Phoenix, mas também a fotografia do filme e trilha sonora tem sido muito bem avaliados. A Warner Bros. já inscreveu o filme para concorrer em 14 indicações ao maior prêmio do Cinema no mundo que ocorre em fevereiro de 2020.