No desfile cívico na avenida Duque de Caxias neste sábado (7) passaram fanfarras e bandas marciais, você notou a diferença entre uma e outra?

Por LD,
Lages/SC

📷 Banda marcial do Exército no desfile cívico em Lages. (Foto: Maurício Santos / LD Comunicação)

O desfile cívico que por si só já é um atrativo e tanto para ver, mas um ponto alto nos desfiles das instituições também atrai os ouvidos através das bandas e fanfarras que se apresentam ao longo de um desfile.

Em Lages, fanfarras e bandas se apresentaram ao longo da manhã deste sábado, feriado de Dia da Independência, mas você sabe diferenciar uma da outra? Pois bem, a diferença é simples, é a variedade e a quantidade de instrumentos de percussão e sopro e na extensão das notas que os instrumentos alcançam.  

Fanfarras

📷 Fanfarra em uma das escolas no desfile cívico. (Foto: Maurício Santos / LD Comunicação)

As fanfarras são predominantes com instrumentos de percussão, sendo dividida em duas modalidades (fanfarra simples e fanfarra com um pisto).

Na fanfarra simples conta com instrumentos de percussão como bumbos, surdos, tarol, pratos, etc. e pelos metais que não possuem pisto como corneta e trombone de vara. Como não tem pisto, o alcance das notas se restringe a apenas três.

Já na fanfarra com um pisto se torna mais complexa que a simples, pois os metais alcançam mais notas por possuírem pisto (botão que aperta para liberar ou restringir a passagem do ar), entre os instrumentos estão: trombone, trompete, bombardino, etc.

Bandas marciais

As bandas marciais contam com instrumentos de percussão e de metais, mas é mais completa e mais complexa do que a fanfarra já que utiliza instrumentos que também são usados em orquestras, e assim conseguem alcançar todas as notas. A diferença entre a banda marcial e as orquestras é que a banda marcial têm características militares e as apresentações são em marcha.