Prefeitura destina R$ 20 mil para incentivar Motoneve e colabora com a movimentação de turistas na rede hoteleira

A primeira Chamada Pública anual realizada pela prefeitura para eventos turísticos foi em 2018. A medida atende à Lei Ordinária Federal nº: 13.019, do Marco Regulatório.

Por IRAN ROSA DE MORAES da ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Motoneve / Divulgação
Há 23 anos o Motoneve se consagra como um dos mais relevantes eventos motociclísticos de Santa Catarina. Em 2019 alcança sua 24ª edição, a ser promovida entre os dias 12 e 14 de julho (sexta-feira, sábado e domingo) no Parque de Exposições Conta Dinheiro, em Lages. Compõe o calendário oficial de eventos do município e é uma das atrações do 4º Serra Catarina Festival de Inverno, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A prefeitura de Lages contribuiu com o Motoneve destinando R$ 20 mil como aporte ao pagamento da locação do Parque, através da Chamada Pública de Eventos Geradores de Fluxo Turístico estabelecida pela Diretoria de Turismo, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo.

A previsão de frio intenso para meados de julho funcionará como um ímã aos turistas, a variação ficará entre 10ºC e 24ºC, porém, a previsão de neve e geada para os próximos dias já estimula a vinda de hóspedes. A lotação de hotéis e pousadas chega a 80% em virtude do Motoneve.

No sábado passado (29 de junho) o evento foi divulgado no Calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, verdadeiras máquinas chamaram a atenção de crianças e adultos que nem piscavam os olhos ao contemplar as motos diferenciadas e das quais levaram lembranças virtuais nas fotos nos aparelhos de celular. Nova concentração será feita no sábado (6) na área central da cidade se o tempo estiver bom.

Os grupos de motociclistas são conhecidos pelas aventuras em passeios e confraternizações a longas distâncias, pela admiração com vento no rosto, o olhar pelas belas paisagens e pelo amor ao rock n’ roll. E o evento cairá como uma luva para este público, já que 13 de julho é o Dia Mundial do Rock, estilo musical característico de quem anda sobre duas rodas.

O Motoneve atrai motociclistas de várias partes do Brasil, especialmente do litoral de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, aos quais é oferecido um roteiro diversificado. Serão 15 atrações, entre shows de habilidades com motos e bandas, além de feira com produtos específicos da atividade e encontro de praticantes de wheeling (malabarismo em apenas uma roda) e este ano haverá o dinamômetro, que calcula a velocidade e desempenho da moto através de um computador.

Aproximadamente cinco mil pessoas são esperadas no evento, entre motociclistas e visitantes, segundo expectativas, podendo até passar e chegar a 15 mil se somado o público que circula no Parque de Exposições durante os três dias. Este é o mais antigo evento do gênero no Sul do país e desde sua primeira, edição, em 1996, não sofreu nenhuma interrupção. “É um dos eventos mais tradicionais e que talvez, fora a Festa do Pinhão, reúna mais pessoas, tem grande poder de atração aos amantes de motos. Aquece a rede hoteleira e o comércio, entre postos de combustíveis, lojas, supermercados, restaurantes e bares. Chama atenção também de quem mora em Lages. E também cumpre papel de colocar Lages na mídia. É um esforço da cidade e região para que possamos ter cada vez mais visibilidade. Num primeiro momento o resultado é imediato e gera projeção da nossa região no aspecto turístico. Nossa ideia é sempre ampliar o calendário municipal, contemplando todas as épocas do ano com eventos apropriados”, justifica o diretor de Turismo, Luís Carlos Pinheiro Filho.

A arte de dominar a moto e agitação da música

O Motoneve 2019 será aberto na sexta-feira (12), às 18h, com continuidade até 00h30min, com show das bandas Vermouth e Halheia. No sábado (13) a programação iniciará às 9h com abertura dos portões, e mais seis shows de bandas e espetáculos de wheeling e zerinhos. O encerramento está agendado para 00h30min.

Domingo (14) é dia de dinamômetro marcado para as 14h, mas antes os portões abrem às 9h. À tarde ainda terá shows de wheeling e zerinhos, com encerramento às 18h. O Parque permanecerá fechado fora destes horários.

Qualquer pessoa poderá participar do evento, a pé ou de moto. O ingresso custa R$ 20. O visitante receberá uma pulseira para acesso aos três dias de festa. No domingo serão disponibilizados ingressos mais baratos, ao valor de R$ 10.

O Motoneve é realizado pela CIA Liberdade, com apoio da Joalheria Pedrinho e prefeitura de Lages. Um dos organizadores é Sérgio Boscatto, famoso no meio. Em 2018 faleceu Paulo Todeschini, um grande parceiro das edições do Motoneve.

Amparo da prefeitura

A primeira Chamada Pública anual realizada pela prefeitura para eventos turísticos foi em 2018. A medida atende à Lei Ordinária Federal nº: 13.019, do Marco Regulatório, que estabelece o regime jurídico das parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para a consecução de finalidades de interesse público, mediante a execução de atividades ou de projetos previamente estabelecidos em planos de trabalho. Em 2018 foram contemplados o Motoneve, Festival Catarinense de Arte e Tradição (Fecart) e o Encontro de Carros Antigos e Clássicos promovido pelo Veteran Car Club de Lages, com cerca de R$ 20 mil para cada um. Neste ano de 2019 foram beneficiados o Motoneve e o 7º Encontro de Carros Antigos e Clássicos do Veteran nos dias 3 e 4 de agosto (entrada franca ao público, contribuição espontânea com um quilo de alimento).

evento ocorrerá no Parque Conta Dinheiro das 8h às 18h no sábado (3) e domingo (4). Quem quiser expor um veículo antigo deve pagar inscrição na entrada. Serão expostos mais de 500 veículos, inclusive caminhões antigos. Além de Santa Catarina, estarão presentes motoristas de Estados como Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso.

Este ano será lançada Chamada Pública para o evento específico no Salto Caveiras no final do ano. Para as comemorações do aniversário de 253 anos de Lages, nos dias 23 e 24 de novembro, está prevista uma programação ampla, formada por passeio ciclístico, cavalgada, “costelaço” e competição de esportes aquáticos, promovendo a integração de grupos, sociedade e esportistas na região do Salto, bem como proporcionar visibilidade e iniciativas no local. O processo está em fase final e deverá ser lançado em 45 dias. No início de 2020 será lançada a Chamada para habilitação de eventos gerais a serem realizados durante o próximo ano.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’