Na sexta-feira (3/05) ocorre a abertura do 1º Rodeio da Capital Nacional da Maçã que será organizado por diversos CTGs da cidade.

Por ASCOM PREFEITURA DE SÃO JOAQUIM,
em São Joaquim/SC

📷 Divulgação

Na sexta-feira, dia 03 de maio, a programação da XXI Festa Nacional da Maçã está repleta de atrações que contemplam o tradicionalismo da região. Iniciando com um desfile estilo cavalgada, com saída em frente à Igreja Matriz, em direção ao Parque Nacional da Maçã, um  momento que promete fortes emoções e um exemplo na valorização das raízes da Serra Catarinense.

No mesmo dia, inicia o 1° Rodeio da Capital Nacional da Maçã, que será organizado pelos CTGs Minuano Catarinense, Chaleira Preta, Rincão da Agua Buena, Mangueira Velha e Fronteira do Rio Pelotas, que juntos darão início a esse marco que será realizar um Rodeio que leve o nome de “Capital Nacional da Maçã’’.

Outro momento especial, será marcado pela Missa Crioula, ministrada pelo Pe. Darci Sá, um exemplo de força e fé, que emociona ao abençoar o evento, que pretende se perpetuar. Para agregar ainda mais na celebração, grupos de danças gaúchas e a Invernada Artística do CTG Minuano Catarinense, prepararam uma apresentação com danças estilizadas e típicas para abrilhantar o momento.

E para finalizar o dia, os shows no Palco Gala prometem trazer clássicos do tradicionalismo. O grupo Seiferts, abre o palco às 20h e dão espaços depois para o Grupo Galopaço às 21h. Como esse aquecimento, as expectativas para o Show principal da noite se estendem. Às 23h, o ícone da música nativista e tradicionalista, Joca Martins, sobe no Palco Gala, com canções de grandes sucessos, repletas de expressões e características típicas dando ênfase às raízes dos Campos de cima da Serra. O grupo Candieiro, com sua trajetória conhecida na região, encerra a segunda noite de Festa, deixando um gosto de quero mais para as próximas edições.