Com eclipse total da lua, ‘superlua de sangue’ ficará visível na madrugada de segunda-feira (21)


O fenômeno ocorrerá entre 01h34 a 04h51 da manhã de segunda-feira.
Esse será o último eclipse total no ano e só voltará a ocorrer em 2021.

Por LD,
em Lages/SC

📷 Eclipse total lunar deixará ela em tom avermelhado, conhecida como "lua de sangue". (Foto: Getty Images)

O fenômeno de um eclipse total da Lua não é uma situação que se pode ver todo dia, e nesse ano, poderá ser o último em dois anos. É o eclipse total da Lua que ocorre entre a noite deste domingo (20) e a madrugada de segunda-feira (21). Segundo a agência espacial americana, a Nasa, outro fenômeno semelhante só em 2021.


E o eclipse não será o único fenômeno que poderá ser visto do nosso satélite natural. Durante o eclipse, os raios de sol não chegam na Lua diretamente, apenas algumas faixas de frequência da luz solar conseguem passar pela atmosfera da Terra e, com a refração, atingir o astro. Dessa forma, permite-nos a ver a Lua mesmo quando ela está totalmente encoberta pela sombra da Terra e deixará a Lua com um tom avermelhado, conhecido como “lua de sangue”, explica o Observatório Nacional. Como se não bastasse isso tudo, o eclipse aliado com a “lua de sangue” ainda ocorrerá na época em que a Lua está mais próxima da Terra, e por isso, aparenta estar maior no céu – o que é conhecido como “superlua”.

O eclipse poderá ser visto a olho nu, desde que o céu esteja sem nuvens. O fenômeno ocorrerá entre 01h34 e 04h51 (horário de Brasília) da madrugada de domingo para segunda-feira (21), quando o astro estará alinhado com a Terra e o Sol. Às 02h41 começa o eclipse total, quando a sombra da Terra escurece a superfície visível da Lua como um todo.

O fenômeno causará um efeito alaranjado sobre o astro, assim como acontece no crepúsculo matutino e vespertino, antes do nascer e após o pôr do Sol.

Esse será o último eclipse total até 2021, mas outros ocorrerão nos próximos anos, porém, serão parciais, ou seja, só a metade da Lua ficará coberta pela sombra.



Nenhum comentário