Famosa nos anos 60, coleção que narra as aventuras da espiã Brigitte Montfort agora está disponível no Ponto de Leitura no Terminal Urbano no sistema “Pegue e Leve”.

Por FABRICIO FURTADO da FCL,
Lages/SC

📷 Fabricio Furtado / FCL

O Ponto de Leitura, Rita de Cássia Proença, localizado no terminal urbano de Lages é mais um dos equipamentos culturais da Fundação Cultural de Lages (FCL). O local recebe a orientação da equipe da Biblioteca Pública, Carlos Dorval de Macedo, e tem um grande acervo catalogado e à disposição dos usuários dos coletivos. Uma das seções do Ponto de Leitura é o sistema “Pegue e Leve”, onde os leitores podem levar para casa um número limitado de livros. “A intenção é motivar a leitura e compartilhar as edições que por questões técnicas não podem ficar no acervo”, informa a responsável pelo Ponto de Leitura, Neuciane Oliveira.

Coleção de 140 títulos clássicos de Pulp Fiction

Luciana Ortiz é frequentadora assídua do Ponto de Leitura e foi a responsável pela doação de 140 títulos da famosa saga da espiã Brigitte Montfort do escritor Lou Garrigan – pseudônimo do espanhol Antonio Vera Ramirez. A coleção fez muito sucesso no Brasil durante os anos 60, e por algum tempo, fãs acreditavam que o autor pudesse ter sido algum agente do FBI. A coleção foi distribuída no Brasil pela editora Monterrey até 1992.

Os 140 livros de bolso estão à disposição no Ponto de Leitura pelo “Pegue e Leve”, e segundo Neuciane, haverá um limite de títulos que cada leitor poderá recolher. “Queremos incentivar a leitura e democratizar ainda mais o espaço que o Ponto de Leitura oferece. Através de doações como da Luciana, damos ainda mais visibilidade ao nosso lugar de leitura no terminal”, comenta.

O Ponto de Leitura Rita de Cássia Proença fica no terminal urbano e tem atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 14h.