Postagens

Mostrando postagens de Outubro 28, 2018

Como foi a votação de Bolsonaro e Haddad por região e estados

Imagem
Bolsonaro se elegeu presidente da República com mais de 55% dos votos válidos contra quase 45% para Fernando Haddad. Por LD , em Lages/SC O Brasil já conhece quem será o seu próximo presidente da República pelos próximos quatro anos. Jair Bolsonaro, do PSL, se elegeu no segundo turno contra Fernando Haddad, do PT, e com mais de 57 milhões de votos ante 46 milhões de votos para o candidato petista. ::: Siga o LD no Instagram O LD faz agora o levantamento de qual foi o percentual de votos válidos alcançados por cada candidato por regiões e também estados da federação. Alguns estados, até o fechamento desta matéria não haviam ainda concluído a apuração, mas os dados não alterariam o resultado de cada candidato no respectivo estado.  Região Norte Acre ·         Jair Bolsonaro – 77,22% - 294.899 votos ·         Fernando Haddad – 22,80% - 86.977 votos Amapá ·         Jair Bolsonaro – 50,20% - 185.026 votos ·         Fernando Haddad – 49,80%

De deputado ‘baixo clero’ a ‘mito’: conheça a trajetória do presidente eleito Jair Bolsonaro

Imagem
Capitão reformado do Exército, deputado de 63 anos, conseguiu apoio com discurso conservador e de que não é político tradicional, embora tenha mandatos no Legislativo há 30 anos. Por GUILHERME MAZUI e FERNANDA CALGARO do G1, em Brasília/DF 📷  O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), discursa na Câmara dos Deputados, onde permaneceu por sete mandatos consecutivos — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil Capitão reformado do Exército, deputado federal desde 1991 e dono de uma extensa lista de declarações polêmicas, Jair Messias Bolsonaro materializou em votos o apoio que cultivou e ampliou a partir das redes sociais. Ao catalisar, com um discurso conservador, o sentimento contrário à corrupção, ao PT e ao próprio sistema político, o candidato do PSL foi eleito neste domingo (28), aos 63 anos, presidente da República. Embora esteja na política há três décadas, ele conseguiu vender a imagem de que não é um político tradicional. Apelidado de “mito” pelos apo