Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 14, 2020

Duas ruas do bairro Guarujá serão asfaltadas nos próximos dias

Imagem
Prefeito em exercício Juliano Polese entregou na tarde desta terça-feira (14), a ordem de serviço para a pavimentação das ruas Abetino Rodrigues Marafigo e João Ribas e até fim de janeiro, outras duas também terão as autorizações para início das obras entregues. Por LD , Lages/SC 📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML O bairro Guarujá, na zona Norte de Lages, é um dos mais populosos e maiores em território da cidade e será mais um contemplado com vias que serão asfaltadas através do programa “Minha Rua Melhor”, da prefeitura de Lages. Em janeiro, serão ao todo quatro que terão as ordens de serviços entregues para início das obras, duas delas, foram entregues nesta terça-feira (14). A solenidade aconteceu nesta terça-feira com a presença do prefeito em exercício Juliano Polese que acompanhado de várias autoridades da municipalidade entregou as ordens de serviços para o asfaltamento das ruas Abetino Rodrigues Marafigo e João Ribas, duas importantes vias do bairro. Segun

Transportadores escolares podem requerer autorização de serviço na sede da Diretran

Imagem
Quem estiver na ilegalidade poderá ser abordado nas fiscalizações de rotina e autuado. Por ARI JUNIOR da ASCOM PML , Lages/SC 📷 Arquivo / ASCOM PML Com a chegada do ano letivo de 2020 um serviço muito utilizado em Lages é o do transporte escolar. A preocupação dos pais e responsáveis é que as crianças, jovens e adolescentes tenham o máximo de segurança neste tipo de serviço privado. Para isso, a Prefeitura de Lages, através da Diretoria de Trânsito (Diretran) já está disponibilizando aos transportadores escolares, da iniciativa privada, a lista dos documentos necessários para a autorização deste tipo de serviço no município, com base no que preconiza a legislação federal e municipal. De acordo com o gerente de trânsito da Diretran, Jairo Ros Segundo, não há uma data limite para a solicitação desta autorização, já que os empresários deste ramo conhecem todos os trâmites legais de funcionamento da categoria, porém quem estiver na ilegalidade poderá ser abordado nas

Atendimentos menos graves da pediatria estão sendo realizados na UPA 24 horas

Imagem
O fluxo no atendimento está sendo normal nas primeiras horas de implantação do serviço de pediatria na UPA 24 horas. Por ARI JUNIOR da ASCOM PML , Lages/SC 📷 Ari Junior / ASCOM PML Desde às 8 horas, desta terça-feira (14 de janeiro) a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA Dra. Maria Gorete dos Santos) está atendendo os pacientes da pediatria. Nas primeiras horas o atendimento está sendo considerado normal pela gerência da UPA. Até às 10h40 haviam sido atendidos oito pacientes com a equipe médica e uma com o dentista.   “Estamos preparados com a recepção, triagem e atendimento médico e de enfermagem para estas crianças e adolescentes que necessitarem dos serviços em saúde pública”, comenta o gerente da UPA, Gilmar Ribeiro. A UPA 24 Horas atende os casos considerados menos graves como: alergias, dor de garganta, diarreia e gripe. No Hospital Infantil Seara do Bem estão sendo realizados os atendimentos de urgência e emergência: acidentes, doenças cardíacas

TJ emite decisão que suspende efeito da emenda legislativa em São Joaquim

Imagem
A lei era para que o executivo pedisse autorização para realizar horas extras. Por ASCOM PMSJ, São Joaquim/SC 📷 ASCOM PMSJ / Divulgação O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), publicou nesta segunda-feira (13), o resultado da ADIN, Ação Direta de Inconstitucionalidade, onde a Prefeitura de São Joaquim entrou com pedido para barrar o pedido dos Vereadores. Para entender A lei era para que o executivo pedisse autorização para realizar horas extras. Também a norma citava que em situações excepcionais, o prefeito somente poderia assinar convênios com o Estado e União mediante a concordância legislativa através de lei. A decisão foi feita através de liminar pelo Desembargador Pedro Manoel Abreu, onde em parte de sua decisão, explica que “ O periculum in mora restou demonstrado diante do fato de que a imposição de autorização legislativa, subordinaria os atos administrativos a delongas legislativas desnecessárias, não previstas em norma constitucional, ge