Prefeitura de Lages é parceira em projeto da Ambev

A produção de lúpulo, assim como de cevada e de outros ingredientes utilizados na fabricação de cerveja, é um projeto desenvolvido na Fazenda Santa Catarina, de propriedade da Ambev, unidade fabril de Lages/SC.

Por Iran Rosa de Moraes da ASCOM PML 

📷 Prefeitura é parceira da Ambev em projeto. (Foto: DIVULGAÇÃO)

LAGES — Neste mês de agosto, o secretário de Agricultura e Pesca, da Prefeitura de Lages, Thiago Henrique Cordeiro, participou de atividade de capacitação teórica sobre o cultivo de lúpulo, ocorrida na unidade fabril da cervejaria Ambev, em Lages (Fazenda Santa Catarina). Na ocasião, foi feita explanação técnica sobre essa cultura agrícola, desde o plantio até a origem final do produto, o qual é muito utilizado na fabricação de cerveja. Participaram desta capacitação técnicos e produtores rurais.

Foram abordados assuntos relativos às principais pragas e doenças que ocorrem nesta cultura, como se faz o controle de tais pragas. Falou-se também sobre os materiais, equipamento e insumos utilizados no cultivo do lúpulo, além de informações sobre o custeio e desafios a serem enfrentados para o cultivo. 

Além disso, os participantes receberam uma cartilha que fala de todos os aspectos técnicos desta cultura, desde a morfologia e botânica do plantio até a colheita, secagem e processamento final.

No período da tarde, os participantes tiveram a oportunidade de fazer uma visita a campo na Fazenda Santa Catarina, da Ambev, e na Unidade de Referência Tecnológica (URT) instalada na propriedade da família Carraro, na localidade de Macacos, interior do município de Lages.

Na avaliação técnica do encontro de capacitação, o projeto do lúpulo já deu certo, pois trata-se de uma cultura de alta intensidade, portanto o produtor não necessita de grandes áreas para desenvolver a atividade, sendo uma nova alternativa de renda para os produtores da agricultura familiar. Enfim, foi dito, durante as explanações técnicas, que “já existem pesquisas e experimentos e experiências o suficiente de que pode-se produzir lúpulo com altos rendimentos e com a qualidade que o mercado exige, desde que implantado corretamente e bem manejado”.

Cerveja 100% Brasileira

O idealizador do projeto e um dos organizadores e gerente de projetos da Ambev, Felipe Sommer, falou sobre a realização do evento: “realizamos aqui na Fazenda Santa Catarina a primeira capacitação da cultura do lúpulo para técnicos e produtores que receberão as primeiras 10.000 mudas de lúpulo. Trata-se de iniciativa da Ambev (Lages) em parceria com a Secretaria Estadual da Agricultura e Pesca, através da Epagri Regional Lages e São Joaquim e do município de Timbó Grande, da Prefeitura Municipal de Lages, do Cav/Udesc e Aprolúpulo (Associação Brasileira de Produtores de Lúpulo) com sede em Lages”.

As primeiras mudas, doadas pela Ambev, começam a ser entregues aos agricultores familiares, em setembro. Esses produtores rurais irão cultivar lavouras que servirão de modelo para outros produtores interessados nesta cultura agrícola. “A intenção é produzirmos, brevemente, uma cerveja em escala com produtos 100% catarinense, por si só lageana, ou seja, teremos uma marca de cerveja 100% brasileira com todos os ingredientes necessários para a produção da cerveja: (água, levedura, malte e lúpulo)”, destaca Felipe Sommer.

O lúpulo, planta responsável pelo aroma e amargor da cerveja, é uma cultura perene. Esta planta tem um ciclo de aproximadamente de 15 anos em média.

Os palestrantes nesta atividade de capacitação foram: a Dra. Mariana Fagherazzi da Ambev; o pesquisador da Epagri (Experimental de São Joaquim) Felipe Augusto Moretti Ferreira Pinto e Hyan mestrando do Cav/ Udesc. Teve ainda uma mesa redonda com produtores pioneiros da região. Participaram também extensionistas e produtores escolhidos em uma seleção prévia para serem beneficiados com o recebimento das mudas do lúpulo. Destaca-se a participação, neste encontro, de gerentes da Epagri (José Márcio Lhemann) e de São Joaquim (Marlon Francisco Couto).

Cultivo de Lúpulo no Brasil

De acordo com a Associação Brasileira de Lúpulo (Aprolúpulo), o Brasil tem cerca de 40 hectares com o cultivo de lúpulo, o que representa um crescimento de 110 % com relação ao ano anterior. A produção total aproximada gira em torno de 24 toneladas. Santa Catarina é o Estado com maior percentual de produtores (27%), seguido de Rio Grande do Sul (22%), São Paulo (18%), Paraná (7%), Minas Gerais (6%) e Rio de Janeiro (5%).

“De acordo com o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas da China e Estados Unidos. A produção Brasileira é de 14 bilhões de litros de cerveja por ano, mas praticamente 100% do lúpulo utilizado nas cervejas é importado”, destaca Felipe Sommer.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog