Governador Carlos Moisés participa da abertura do Colóquio Internacional dos 200 anos de Anita Garibaldi

O evento é organizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o evento integra o Calendário Internacional Comemorativo ao Bicentenário de Nascimento da Heroína de Dois Mundos. 

Por Elisabety Borghelotti da Secom

📷 Governador participa de evento no Museu Histórico de Santa Catarina. (Fotos: JULIO CAVALHEIRO / SECOM)

FLORIANÓPOLIS — O “Colóquio Internacional dos 200 anos de Anita Garibaldi: história, identidade e literatura”, foi aberto oficialmente na manhã desta quarta-feira, 11, com a presença do governador Carlos Moisés. Organizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o evento, no Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis, integra o Calendário Internacional Comemorativo ao Bicentenário de Nascimento da Heroína de Dois Mundos. As comemorações visam difundir a memória e a história da heroína, além de promover e solidificar o turismo histórico, cultural e cívico no estado.


“Anita foi uma guerreira, uma mulher, mãe  e companheira que mostrou que estava muito à frente do seu tempo e resgata, além da história, as grandes batalhas e a importância da mulher no cenário estadual e nacional. Destacamos para que de fato os ideais de igualdade e liberdade que Anita tanto defendia sejam vivenciados no DNA da nossa geração. E neste mês, de ações do Agosto Lilás, é o momento perfeito para darmos ainda mais visibilidade e reforçar a igualdade, valor muito defendido por ela", destacou o governador.

O chefe do Executivo estadual também entregou simbolicamente a Medalha Anita Garibaldi, a maior honraria de Santa Catarina, aos autores do Projeto Internacional Dois Mundos e Uma Rosa para Anita, Gianpaolo Grilli, Alessandro Ricci e Andrea Antonioli, que também é diretor do Museu e Biblioteca Renzi, parceiro de Santa Catarina nas comemorações; além de Annita Garibaldi Jallet, bisneta da heroína. Ainda, como parte das comemorações, foi lançado o Concurso Literário Bicentenário de Anita Garibaldi.

O concurso

O Concurso Literário Bicentenário de Anita Garibaldi será coordenado pela Biblioteca Pública de Santa Catarina, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação. A ideia é divulgar a memória e o legado e Anita Garibaldi no meio escolar. Poderão participar estudantes de Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino.

Conforme o presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Edson Lemos, a data escolhida para este evento e o lançamento do concurso tem diversos significados. “Hoje, 11 de agosto, é a Data Magna de Santa Catarina e Dia do Estudante. Essa é a semana do Patrimônio Cultural. E, principalmente, esse é o mês do bicentenário de Anita Garibaldi, personagem memorável da história de Santa Catarina.”

A medalha

A Medalha do Mérito Anita Garibaldi é concedida a pessoas físicas ou jurídicas, nacionais e estrangeiras, que, no campo de suas atividades, tenham contribuído direta ou indiretamente para o engrandecimento do Estado.

Os italianos homenageados, que estavam conectados por videoconferência, foram representados pelo diretor do Museu e Biblioteca Renzi Andrea Antoniolli. Ele agradeceu e informou que estavam honrados com a honraria: "Com o projeto do Bicentenário, o nosso desejo é criar intercâmbio cultural e turístico, sempre olhando para novas gerações e transmitindo valores de amor e solidariedade".

A bisneta Annita Garibaldi Jallet pontuou que, mesmo que a pandemia tenha dificultado a realização de diversas ações, é sempre importante um momento de lembrá-la e, assim, mantê-la para sempre em nos corações. “Agradeço pela bela iniciativa de Santa Catarina, a qual sou ligada por sentimentos profundos, por ter conhecido a sua gente e ter sido acolhida com muito afeto e amizade.”

Além das medalhas e do Diploma do Decreto de Outorga, os homenageados receberam uma réplica da fachada da casa onde Anita Garibaldi viveu em Laguna.

Durante o evento também foi lançado o “Livro de Anita”, de Edla Zim, e “Dois Mundos e uma Rosa para Anita”, de Adílcio Cadorin.

Participaram dos atos o secretário da Educação, Luiz Fernando Vampiro, Executivo de Assuntos Internacionais, Fernando Raupp, os deputados estaduais Ada de Luca e Silvio Dreveck, o vice-prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, entre outras autoridades.

Programação virtual

Na parte da tarde desta quarta-feira,11, o Colóquio continua a partir das 15h, de forma online, através do Canal do Youtube da Fundação Catarinense de Cultura, o youtube.com/ImprensaFCC.

Ano de Anita

O governador Carlos Moisés instituiu o Ano Comemorativo do Bicentenário de Nascimento de Anita Garibaldi por meio do Decreto 1.173/2021. Desde 2019, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) vem trabalhando na preparação das programações que marcam este ano.

Criada para organizar as comemorações, a Comissão Estadual Comemorativa ao Bicentenário de Anita Garibaldi foi instituída por meio da Portaria FCC nº 39/2019.

O grupo é composto por diversos órgãos públicos, como Secretarias de Estado e prefeituras, além de entidades públicas e privadas, entre as quais, o Instituto CulturAnita, de Laguna. Na Itália, os parceiros são o Museu e Biblioteca Renzi, o Instituto Garibaldi Da Vinci e a Associação Nacional dos Veteranos Garibaldinos.

Anita Garibaldi

Nascida em 30 de agosto de 1821,  no Sul catarinense, Ana Maria de Jesus Ribeiro ficou internacionalmente conhecida como Anita Garibaldi. Recebeu o título Heroína dos Mundos por ter participado de diversas batalhas, no Brasil e na Itália, ao lado do marido Giuseppe Garibaldi. Ela lutou na Revolução Farroupilha (Guerra dos Farrapos), na Batalha dos Curitibanos, em Santa Catarina, e na Batalha de Gianicolo, na Itália. Morreu em 1849, aos 27 anos, e teve os restos mortais sepultados na Coline de Gianicolo, em Roma.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog