Agentes de trânsito irão substituir a Polícia Militar no registro de boletins de ocorrência em acidentes sem vítimas

Para assumir o trabalho, os 36 agentes de trânsito do município passarão por um curso de capacitação. A substituição se dará devido ao fim do convênio entre a Prefeitura de Lages, Polícia Civil, Polícia Militar e o Detran. 

Por Aline Tives da ASCOM PML

📷 Agentes de trânsito irão realizar o registro de boletins de ocorrência em acidentes sem vítimas em Lages. (Foto: TONINHO VIEIRA / ASCOM PML) 

Dentro de 15 dias a Diretoria de Trânsito (Diretran) será responsável pelos registros de Boletins de Ocorrência (B.O) em casos de acidentes de trânsito sem vítimas, dentro do perímetro urbano de Lages. Até o momento este trabalho está sendo feito pela Polícia Militar (PM).

A substituição se dará devido ao fim do convênio entre a Prefeitura de Lages, Polícia Civil, Polícia Militar e o Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran). “A Diretran sempre foi o órgão responsável pelo trânsito na cidade, mas como havia este convênio, os Boletins de Ocorrência estavam sendo realizados pela PM. Este serviço acabou sendo prejudicado com a pandemia do novo coronavírus, mas agora nossos agentes assumirão os registros”, explica o diretor de trânsito, Newton Silveira Junior (Niltinho).

Para assumir o trabalho, os 36 agentes de trânsito do município passarão por um curso de capacitação que terá duração de 10 a 22 de agosto, entre ensino remoto e aulas presenciais. O Curso de Perícias de Acidentes de Trânsito, ministrado pela Ascontran – Treinamentos Especializados Ltda, dará noções de interpretações e levantamentos de sinistros. “Assim que concluírem o curso os agentes já estarão preparados e aptos a iniciar o trabalho em casos de acidentes apenas com danos materiais. Quando houver acidente de trânsito com vítimas, será a PM que atuará no caso”, salienta Niltinho.

No caso de multas de trânsito, como por exemplo, utilizar veículo sem cinto de segurança, ou ultrapassar sinal fechado entre outras, serão todas aplicadas pela Diretran. “Antes a PM auxiliava neste trabalho, mas agora com o fim do convênio, todas as questões de trânsito passarão a ser de responsabilidade somente do Município”, explica o diretor. A central de atendimento da Diretran pode ser contatada pelo telefone (49) 3019-7496.


Comentários

  1. Dar treinamento o serem menos arrogante já sem fazer parte de um policial andam bem loucos vcs já imaginaram esses doidos meu é o meu medo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog