Tóquio 2020: Daniel Cargnin conquista bronze no judô

Gaúcho derrotou venceu o israelense Baruch Shmailov para levar o primeiro bronze da história do judô brasileiro em Jogos Olímpicos. 

Do LDesportes 

📷 Daniel conquista a 23ª medalha do judô brasileiro em Olimpíadas, a segunda do Brasil em Tóquio 2020. (Foto: SERGIO PEREZ / REUTERS)

TÓQUIO/JAP — O Brasil conquistou mais uma medalha nos Jogos de Tóquio 2020 e ela veio de uma modalidade que é disparada a que mais nos deu medalhas ao longo da história das Olimpíadas com um total de 23, contando com a conquistada na manhã deste domingo (de Brasília) com o judoca gaúcho Daniel Cargnin, 23, na disputa pelo bronze do peso meio-leve (até 66 kg) contra o israelense Baruch Shmailov. 


Com uma luta tensa do início ao fim, Cargnin foi pra cima, buscando o confronto, dando duas entradas, porém sem sucesso. Com um minuto, o israelense sofreu uma  punição por falta de combatividade. Na sequência, Cargnin conquistou um wazari e saindo na frente na disputa. 


Após sofrer um corte no nariz, o brasileiro precisou receber atendimento. O israelense quase completou uma queda, mas Cargnin foi rápido e girou no ar para evitar a pontuação. No final, o brasileiro sofreu uma punição por falta de competividade, mas acabou segurando a vitória e conquistando o bronze na modalidade. 

Confira o pódio masculino até 66kg

Ouro: Hifumi Abe (JAP)
Prata: Vazha Margvelashvili (GEO)
Bronze: Daniel Cargnin (BRA)
Bronze: Baul An (KOR)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog