Tóquio 2020: Brasil garante ao menos uma medalha no surfe com classificação de Medina e Italo às semifinais

Na pior das hipóteses, Brasil pode garantir um bronze. Na melhor, a final pode ser disputada entre os dois em busca do ouro. 

Do LDesportes

📷 Italo Ferreira faz aéreo durante bateria de quartas de final. (Foto: GETTY IMAGES)

TÓQUIO/JAP — O Brasil já garantiu ao menos um bronze no surfe masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, isso claro, na pior das hipóteses, caso Gabriel Medina e Italo Ferreira não vençam os seus duelos nas semifinais da modalidade, com isso iriam disputar o terceiro lugar. Já no melhor cenário, eles podem duelar entre si, mas na final em busca do ouro. 


A classificação às semifinais ocorreu na noite desta segunda-feira (26) — de Brasília, manhã de terça-feira (27) no Japão — com Gabriel Medina que conseguiu superar Michel Bourez, da França, nas quartas de final por 15.33 a 13.66. Já Italo Ferreira derrotou o japonês Hiroto Ohhara, do Japão, por 16.30 a 8.00. 

 
📷 Medina durante bateria de quartas de final. (Foto: RYAN PIERSE / REUTERS)

Na semifinal, Medina irá encarar o japonês Kolohe Andino, enquanto Italo encara o australiano Owen Wright.

E tem mais Brasil no mar com a Silvana Lima que irá realizar a prova de quartas de final ainda na noite desta terça-feira - de Brasília - podendo garantir uma vaga na semifinal no naipe feminino da modalidade. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog