Pesquisa do projeto Indústria/Escola é apresentada ao prefeito Ceron

A pesquisa é o primeiro grande produto do Observatório de Desenvolvimento Regional Sustentável, um programa de extensão da Uniplac, numa parceria com a Simmel e o Projeto Indústria/Escola. 

Por ALINE TIVES da ASCOM PML 

📷 Prefeito Antonio Ceron recebe equipe de apresentação do projeto Indústria/Escola. (Foto: TONINHO VIEIRA / ASCOM PML)

LAGES — Desde 2019 a Prefeitura de Lages é parceira do projeto Indústria/Escola, idealizado pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e do Material Elétrico de Lages (Simmmel). Na tarde desta quarta-feira (21 de julho), o prefeito Antonio Ceron recebeu em seu gabinete o presidente do sindicato, Everaldo Wiggers e o diretor executivo Fábio Tosatti; o reitor da Universidade do Planalto Catarinense, Kaio Henrique Coelho do Amarante e o professor e coordenador do projeto, Ciro Fernandes. A reunião foi acompanhada pelo secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Álvaro Mondadori (Joinha).


Na pauta, a apresentação da pesquisa “Retenção de talentos e a construção de novos saberes profissionais”. A pesquisa é o primeiro grande produto do Observatório de Desenvolvimento Regional Sustentável, um programa de extensão da Uniplac, numa parceria com a Simmmel e o projeto Indústria/Escola.

A pesquisa foi realizada pelo professor Ciro, doutor em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) e mestre em Administração pela Universidade Metodista do Estado de São Paulo (UMESP).


Foram entrevistados gestores e funcionários de cinco indústrias metal/mecânica da região, com foco na realidade em que vivem e confrontando suas percepções e expectativas. “Encontramos muitos conflitos em comum entre o que as empresas esperam do funcionário e vice-versa. Percebemos que os empresários mais conservadores não estão preparados para absorver as novas gerações, com jovens mais dinâmicos e focados na tecnologia. Isto pode ser um agente desmotivador para ambas as partes”, explica o professor.

O prefeito Ceron destaca que, mais importante que oferecer o emprego também é essencial qualificar os trabalhadores para que estejam preparados para quando grandes empresas chegarem e ofertarem as vagas.


O secretário de Desenvolvimento, Joinha, cita vários cursos de capacitação que são ofertados em parceria com as empresas, através da Secretaria. “Muitos alunos dos nossos cursos são contratados pelas empresas parceiras, o que gera um saldo positivo na empregabilidade da nossa cidade. Mas ainda temos muitos problemas com a falta de mão-de-obra qualificada, esse é um dos nossos grandes desafios”, comenta o secretário.

O Indústria/Escola também mantém uma parceria com a Secretaria Municipal da Educação, para que o projeto seja levado às escolas e apresentado aos estudantes, aproximando-os das indústrias, agendando visitas às empresas para conhecer o processo industrial. O projeto também amplia a oferta de estágios e de oportunidades por meio do programa Jovem Aprendiz. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog