Onda de frio pode ser a maior dos últimos 60 anos em SC

Os modelos indicam para temperaturas mínimas entre -10ºC e -12ºC na Serra Catarinense, e até na capital Florianópolis pode ser registrada a menor temperatura deste século. 

Do LD

📷 Frio intenso em Santa Catarina deve chegar nos próximos dias. (Fotos: MAURÍCIO SANTOS E CELIO WILLIAM / LD)

LAGES — Os meteorologistas seguem monitorando os modelos que indicam para a onda de frio intenso que deve chegar nos próximos dias em Santa Catarina, sendo que o auge com as menores temperaturas devem ser registradas entre a próxima quarta-feira e quinta-feira, dias 28 e 29 de julho, respectivamente, inclusive com chance de neve e sincelo nas partes mais altas da Serra, Meio Oeste e Oeste catarinense. 


Os indicadores apontam para recorde de frio nesta semana com temperaturas mínimas na Serra Catarinense atingindo os -10 a -12ºC, se aproximando ao que foi registrado em Caçador, em 11 de junho de 1952, quando foi registrada a menor temperatura em Santa Catarina com -14ºC, mas podendo até mesmo superá-las. 


Previsão de neve 

Há chance de neve em Santa Catarina, especialmente nas áreas mais altas da Serra Catarinense e do Meio Oeste, pois antes da chegada dessa nova massa de ar frio de origem polar, uma frente fria passará por Santa Catarina, trazendo umidade, que aliada ao frio pode originar os flocos de neve que já caíram no Estado na primeira e início da segunda quinzena deste mês. 


Recordes de frio em SC na história

Apesar de a Serra Catarinense ser a região que mais registram temperaturas negativas ao longo do ano, os recordes de frio em Santa Catarina não estão na região, mas sim no Meio Oeste, Planalto Norte e Oeste catarinense, respectivamente. Confira abaixo as menores temperaturas registradas na história em Santa Catarina: 

1º Caçador: -14ºC (11 de junho de 1952); 
2º Canoinhas: -12ºC (7 de agosto de 1963);
3º Xanxerê: -11,6ºC (25 de junho de 1945).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog