Frio em SC: Estado e Município de Lages se preparam para atender à população vulnerável

Tanto Governo do Estado quanto a prefeitura de Lages anunciaram ações nesta semana para enfrentar a intensa onda de frio que está prevista da metade para o fim desta semana em toda Santa Catarina, especialmente na Serra Catarinense. 

Por MAURÍCIO SANTOS do LD 

📷 Equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social de Lages se reúne para definir ações no combate ao frio. (Foto: ALINE BORBA / ASCOM PML)

LAGES — A intensa onda de frio que está prevista para chegar nos próximos dias em Santa Catarina com a promessa de fazer despencar as temperaturas com mínimas abaixo de zero com chance de superar marcas históricas de frio, e com previsão de neve, tem feito com que as autoridades locais, regionais e até mesmo estaduais se mobilizem com ações para atender à população mais vulnerável, principalmente àqueles que vivem em situação de rua. 


Tanto o Governo do Estado quanto a Prefeitura de Lages anunciaram medidas nesta segunda-feira (26) para atender essa população assim como também ações de amenizar os efeitos do frio em diversas áreas, entre elas, o trânsito com a previsão de congelamento das pistas. 

Cumprindo agenda em Florianópolis, o prefeito de Lages, Antonio Ceron (PSD) esteve em contato telefônico com o secretário municipal de Assistência Social e Habitação, Jean Pierre Ezequiel, para tratar de medidas a serem adotadas a partir desta terça-feira (27), entre essas medidas está o aumento na equipe da secretaria que será triplicada ao longo dos próximos quatro dias, até sexta-feira (30), assim como também a implantação de plantões de urgência para receber, simultaneamente, os apelos das pessoas em situação de rua com necessidade de acolhimento.

A Defesa Civil também estará realizando uma operação especial juntamente com a Secretaria da Assistência Social, com o resgate de pessoas suscetíveis aos perigos do frio extremo, como a hipotermia e doenças respiratórias, tais como resfriados ou pneumonia. 

Também foram anunciadas a ampliação de mais 20 vagas nos centros de acolhimento em Lages. No Acolhimento Temporário, no bairro Centenário, na zona Sul da cidade, foi ampliada em 10 novas vagas passando dos atuais 60 para 70 vagas e no acolhimento POP, no Centro, outras 10 vagas. Ambos oferecem espaços aconchegantes com pernoite, cama, banho e refeições quentes. 

Além disso, a distribuição de lenhas às famílias vulneráveis econômica e socialmente será reforçada com as equipes à disposição, sendo necessário realizar a solicitação por meio de contato telefônico pelos seguintes telefones (49) 3019-7460 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h até às 00h), e ainda no 98406-2980 e 98427-9825, ambos 24 horas por dia. 

Os números da Defesa Civil também estarão à disposição, sendo 199 ou 98406-4037 (24 horas por dia, todos os dias da semana), e ainda os números 3019-7477 e 3019-7479, estes dois em horário comercial. 

Ações no Estado

📷 Órgãos do Governo do Estado se reúnem em Florianópolis para discutir ações no combate ao frio em todas as regiões de Santa Catarina. (Foto: DEFESA CIVIL DE SC / DIVULGAÇÃO)

Autoridades do Governo do Estado também se mobilizaram nesta segunda-feira (26) para anunciar medidas que serão tomadas para enfrentar a intensa onda de frio. Com coordenação da Defesa Civil, equipes do Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado da Assistência Social, Casan, Polícia Militar, Epagri, Casa Civil, Santur e a Secretaria de Estado da Saúde se reuniram para alinhar as ações que serão tomadas ao longo desta semana nas mais diversas frentes de trabalho. 

Para os dias de frio intenso, os órgãos do Estado orientam a população e colocam em prática uma série de ações com foco na prevenção. Para os que saem à caça das baixas temperaturas, por exemplo, a Santur recomenda que os turistas só se desloquem para as regiões mais frias, como a Serra Catarinense, com a garantia de hospedagem. 

O Corpo de Bombeiros orienta também que a população, especialmente os que residem na Serra Catarinense, evitem que sejam utilizadas churrasqueiras ou latas com fogo no interior das residências, já que podem provocar incêndios ou intoxicação por monóxido de carbono. 

Já a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), orienta também aos motoristas que forem se deslocar pelas rodovias da Serra Catarinense e de áreas mais altas do Meio Oeste e Oeste catarinense, para que fiquem atentos à formação de gelo nas pistas, o que podem ocasionar acidentes de pequena monta até graves acidentes. Haverá a aplicação de sal nos pontos mais críticos, e até fechamento de rodovias, caso seja necessário. 

O que diz a previsão? 

Segundo a meteorologista da Epagri/Ciram, Marilene de Lima, o frio intenso é resultado de um sistema de massa de ar frio vindo do Uruguai e que se espalha pelo Sul do Brasil e estará atuando em Santa Catarina, a partir desta terça-feira (27). Quanto ao frio, os modelos não são mais tão rigorosos, como vinham se desenhando na semana passada. Ainda assim, os próximos dias serão típicos de inverno, com temperaturas baixas em todas as regiões, formação de geada ampla e condições favoráveis à chuva congelada e até neve nas áreas mais altas da Serra e Meio Oeste. Especialmente nestas regiões, as mínimas previstas podem chegar aos -10ºC. 

Em comparação com o recente período de frio intenso que esteve sobre o Estado, essa nova onda será mais persistente ao longo do dia, por isso, dará a sensação de maior intensidade. "O sol não vai conseguir fazer com que a temperatura se eleve, tanto que as máximas serão relativamente baixas durante o dia em todas as regiões e caem ainda mais à noite e madrugada", explica Marilene, que reforça que o pico do frio será entre a quarta-feira (28) e quinta-feira (29). 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog