Vereador solicita que recursos arrecadados com multas por descumprimento de regras sanitárias sejam destinados para implantação de Centro de Reabilitação Pós-Covid

Segundo o autor da moção legislativa, o vereador Dr. Heron Souza (PSD), a Covid-19 não tem somente causado mortes, mas também deixado muitos pacientes positivados com sequelas após recuperados da doença. 

Do LD
Lages/SC

Vereador Dr. Heron Souza (PSD), solicita que recursos provenientes de multas nas fiscalizações da Força de Segurança seja destinado para a implantação de Centro de Reabilitação Pós-Covid. (Foto: ALEX BRANCO / CÂMARA DE LAGES). 

A Covid-19 já afetou milhares de pessoas ao redor do mundo, no Brasil, e não muito diferente, em Lages, na Serra Catarinense, e fora aquelas que infelizmente perderam a batalha contra a infecção e vieram a óbito, a Covid-19 também têm deixado várias pessoas com sequelas após se recuperarem dela, e pensando nessas pessoas, que o vereador Dr. Heron Souza (PSD) nas últimas sessões tem reivindicado a implantação de um Centro de Reabilitação Pós-Covid-19 em Lages. 

Na sessão desta segunda-feira, 17, não foi diferente e ele apresentou uma moção legislativa, aprovada pela maioria simples dos vereadores, e que será encaminhada ao prefeito de Lages, Antonio Ceron (PSD), solicitando que os valores arrecadados com as multas por descumprimento de Decreto Sanitário contra a Covid-19, sejam destinados à implantação do Centro de Reabilitação Pós-Covid. 

"A Covid-19, além de causar mortes, tem deixado sequelas naquelas pessoas que conseguiram vencer a doença. Muitas medidas de segurança foram tomadas pelo município através de decretos para tentar conter a disseminação da doença, e uma delas é a fiscalização e multas para quem está realizando aglomerações e a não utilização de máscaras, gerando assim uma receita ao município", diz parte do documento. 

"Sugerimos ao Poder Executivo, a aplicação destes valores oriundos das multas por descumprimento do Decreto para a instalação de um Centro de Reabilitação Pós-Covid, para que as pessoas sequeladas desta doença, possam ser tratadas num local específico", conclui. 

Com a aprovação, a moção legislativa será encaminhada ao prefeito Antonio Ceron (PSD) para avaliação, e posterior adesão ou não a solicitação do vereador. 

No último dia 11 de maio, a Prefeitura de Lages, através de seu setor de Comunicação Social divulgou que Lages havia emitido até aquela data 288 multas que totalizaram mais de R$ 905 mil, porém, destas só recebeu aproximadamente R$ 1 mil. Os valores arrecadados, segundo o comunicado, seria revertido para ações na área da Saúde. 

Comentários