SC: corpos de motoristas de aplicativos são encontrados após 4 meses desaparecidos

Os corpos foram encontrados em um matagal no interior de Chapecó, no Oeste, após buscas com ajuda de um cão farejador do Corpo de Bombeiros. 

Do LD
Lages/SC

Foto: POLÍCIA CIVIL / DIVULGAÇÃO

A Polícia Civil com ajuda do Corpo de Bombeiros, encontraram na manhã de ontem, quarta-feira (19), em um matagal no interior de Chapecó, os corpos dos dois motoristas de aplicativo, Simone da Silva Filho, 32 anos, e Evanir Pires dos Santos Taborda, 34, que estavam desaparecidos desde o dia 20 de janeiro, quando foram vistos pela última vez. 

Segundo a Polícia Civil, diligências já estavam ocorrendo nesta região da cidade, mas sem sucesso, porém, a localização de um chinelo de uma das vítimas, a Polícia Civil solicitou o apoio do Corpo de Bombeiros que vieram com um cão farejador que conseguiu localizar a primeira cova, onde o homem estava enterrado. Ao lado dele, foi encontrada a ossada da mulher. 

O caso é tratado como homicídio qualificado, já que a hipótese de latrocínio (roubo com morte) foi descartado. 

O caso

Ambos os motoristas foram vistos pela última vez no dia 20 de janeiro, quando saíram para uma corrida em Xaxim, também no Oeste catarinense. Eles não tinham ligação familiar, mas dividiam o mesmo carro, enquanto o veículo de Simone estava no conserto. 

Desde então, a Polícia Civil investiga o caso. O carro foi localizado abandonado em Trindade do Sul, no Rio Grande do Sul.

Com a localização dos corpos, a PC deverá seguindo ouvindo testemunhas e possíveis envolvidos para chegar aos autores e a motivação para o crime. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog