Morre aos 50 anos, o jornalista Fernando Caetano

Ele trabalhou como repórter esportivo nos canais Disney (ESPN e Fox Sports). 

Lages/SC

Foto: REPRODUÇÃO / INSTAGRAM

Morreu neste domingo, 8, aos 50 anos, o jornalista Fernando Caetano, vítima de problemas cardíacos. Ele estava em Marília, sua cidade natal, localizada no interior de São Paulo. A morte foi confirmada por familiares nas redes sociais. 


Fernando foi repórter por 30 anos e recentemente havia deixado a Fox Sports, pertencente à Disney, assim como passagens pela ESPN Brasil, do mesmo grupo. 

Nascido e crescido em Marília, passou no vestibular da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e se mudou para São Paulo nos anos 1980. Começou na rádio Jovem Pan em 1991, onde ficou por sete anos e trabalhou em diversas editorias, de economia à polícia. Em seguida, rumou para o esporte. 

Ele passou pela ESPN Brasil e, mais recentemente, foi repórter de campo dos canais Disney (Fox Sports e ESPN), mas acabou sendo cortado no início de dezembro de 2020, na ocasião da demissão de vários profissionais. 

Diversos jornalistas e personalidades do esporte lamentaram a morte do jornalista, entre eles, o narrador Gustavo Villani, ex-colega de Fox Sports e atualmente no Grupo Globo, e seu amigo pessoal, mostrou-se incrédulo em uma publicação e mandou um "beijo dilacerado" à família. Já o comentarista Paulo Vinícius Coelho lamentou a notícia terrível. "Nos deixou cedo demais", escreveu em uma rede social. 

Por conta da pandemia, o velório do jornalista será realizado com restrições ao número de pessoas, no Velório Municipal de Marília ao longo deste domingo. O sepultamento será às 16h. 

*Com informações de ge.globo e Folha de S. Paulo. 

Comentários