Plano de Desenvolvimento do Turismo é apresentado em audiência pública

O evento virtual mobilizou 50 pessoas, que tiveram espaço para manifestações, perguntas e assinaram virtualmente a ata de presença. 

Da AMURES
Lages/SC

Foto: ONÉRIS LOPES / AMURES

Gestores de turismo, empresários de vários segmentos turísticos e representantes do poder público participaram na tarde desta quarta-feira (14), de Audiência Pública do Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo da Serra Catarinense. O evento de forma virtual mobilizou 50 pessoas, que tiveram espaço para manifestações e perguntas e assinaram virtualmente, a ata de presença.


Executado pela empresa Girus Soluções, contratada pelo Sebrae em parceria com Amures e Conselho de Turismo da Serra Catarinense – Conserra, o diagnóstico foi desenvolvido sob o foco de seis eixos: Diagnóstico Estratégico da Área e das Atividades Turísticas; Estratégias de Desenvolvimento Turístico; Plano de Ação; Versão preliminar do Plano e Versão final do Plano.

“Desenvolvemos um produto com objetivo bem claro. Promover o desenvolvimento sustentável do turismo de modo a valorizar a interação e integração do turista com a região, fomentar o empreendedorismo e ampliar a qualidade da experiência turística e a qualidade de vida no destino”, descreveu o consultor e coordenador do diagnóstico, Carlos Capellini.

No levantamento de campo foram pesquisados hábitos de consumo dos turistas, origem das demandas, segmentos da oferta turística, meios de hospedagem, Agências de turismo receptivo, espaços de ventos, atrativos turísticos e dentre outros pontos, como melhorar a oferta de infraestrutura e serviços públicos nas áreas turísticas da Serra Catarinense.

O secretário executivo da Amures, Walter Manfroi falou em nome dos prefeitos e destacou importância de operacionalizar o plano. “Este primeiro desafio está sendo superado que é ter um Plano Regional e os respectivos planos de cada município. Agora temos de transformar em ações práticas estes planos interagindo iniciativa privada e poder público”, avaliou Manfroi.

Mesma posição foi defendida pelo presidente do Conserra, empresário de Ponte Alta Eliseu Farias. Ele disse que o caminho é unir iniciativa pública e privada para trabalharem juntos no desenvolvimento do turismo. “Esse diagnóstico vai nos dar a argumentação necessária para unir essas forças”, defendeu.

A assessora de turismo da Amures Ana Vieira coordenou a audiência pública e agradeceu ao coordenador regional do Sebrae, Alternir Agostini. “Temos um produto palpável graças à parceria com o Sebrae. Hoje ele é validado pelas entidades que ajudaram nessa concepção e aqui se constitui no documento mais completo já realizado acerca do turismo na Serra Catarinense!”, disse.

Segundo ela, no final de abril o Plano Regional e os Planos Municipais serão entregues aos prefeitos e secretários municipais de turismo. Para Altenir Agostini, o Plano é um documento vivo, dinâmico e precisa ser implantado.

“Este é um planejamento estratégico que norteará os rumos do turismo na região”, afirma Altenir Agostini.

Comentários