Paciente de Lages é o primeiro caso confirmado de reinfecção por Covid-19

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, paciente havia sido infectado pela primeira vez em setembro de 2020 e foi novamente infectado em fevereiro deste ano. 

Do LD
Lages/SC

Foto: GETTY IMAGES / SCIENCE PHOTO LIBRARY RF

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive-SC), confirmou nesta terça-feira, 6, o primeiro caso de reinfecção por coronavírus (Covid-19) em Santa Catarina. Trata-se de um paciente de 30 anos, morador aqui de Lages, na Serra Catarinense, e que não teve histórico de viagens. 


De acordo com a Dive, o paciente foi infectado em setembro de 2020 pela linhagem B.1.1.28, e reinfectado pela variante brasileira conhecida como P.1 em fevereiro deste ano. As duas contaminações foram atestadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro, através de exame laboratorial. 

Todo o trâmite de apuração de possível caso de reinfecção seguiu todo o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Santa Catarina já teve notificados 35 casos de reinfecção. Desses, 21 foram descartados, um está confirmado — que é o caso relatado acima — e outros 13 aguardam por resultado. 


Como é reconhecido um caso de reinfecção?

Para serem declarados como casos suspeitos de reinfecção, os indivíduos devem ter dois resultados positivos por meio da técnica de RTq-PCR em tempo real para o vírus SARS-CoV-2, com intervalo igual ou superior a 90 dias entre os dois episódios de infecção respiratória, independentemente da condição clínica observada. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog