'Não vai ter lockdown nacional', diz Bolsonaro em Chapecó

Presidente visitou a cidade do Oeste catarinense nesta quarta-feira (7). 

Do LD
Lages/SC

Foto: REPRODUÇÃO / TV BRASIL

Em discurso nesta quarta-feira, 7, em Chapecó, no Oeste catarinense, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) descartou a adoção de um lockdown nacional para prevenir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). 
"Seria muito mais fácil atender e fazer, como alguns querem, da minha parte — porque eu posso — um lockdown nacional. Não vai ter lockdown nacional". 

           Jair Bolsonaro, presidente do Brasil 

Além disso, o presidente também descartou qualquer apoio das Forças Armadas a prefeitos e governadores que queiram adotar medidas de isolamento contra a Covid-19, e também reiterou ser contra a imposição de restrição de uso a remédios como a hidroxicloroquina, apesar de não ter feito menção ao nome do medicamento, e defendeu o uso off label — fora do previsto na bula. 

Em sua fala, o presidente também afirmou ser o único líder mundial que continua sendo criticado por conta das medidas que defende contra a pandemia.
"O mais fácil é ficar do lado da massa, da grande maioria. Se evita problemas, não é acusado de genocida, não sofre ataques por parte de gente que pensa diferente... O nosso inimigo é o vírus, não é o presidente, a governadora ou o prefeito. E dá para sairmos dessa".

         Jair Bolsonaro, presidente do Brasil 

O presidente esteve em Chapecó e visitou o Centro Avançado de atendimento para casos da Covid-19. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog