Na altitude, Internacional é derrotado pelo Always Ready

Colorado não resiste a pressão do time boliviano na etapa final e estreia com o pé esquerdo na Libertadores. 

Do LANCE! 
São Paulo/SP

Foto: MANUEL CLAURE / REUTERS

O Internacional entrou em campo nesta quarta-feira, dia 20, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Sofrendo com a alta pressão e a altitude dos bolivianos, o resultado não foi positivo para os gaúchos. Isso porque o Colorado perdeu por 2 a 0.

Com o revés, o Inter segue com nenhum ponto e agora é o lanterna do Grupo B. O Always Ready, por outro lado, é o líder da chave. O Inter volta a campo pela Libertadores na próxima terça-feira, dia 27, às 19h15. O time recebe o Deportivo Táchira, no Beira-Rio. O Always Ready enfrenta o Olimpia no Paraguai na quinta-feira.

Começo de pressão boliviana

Logo no começo do confronto o Internacional levou a pressão do Always Ready. O primeiro susto dos bolivianos foi aos 2, onde Sanguinetti mandou uma bomba. Marcelo Lomba voou para defender.

Com os bolivianos em cima, o Internacional pouco criou, sofrendo com a postura agressiva dos adversários. A altitude também se tornou um problema, pois os erros de marcação e domínio ficaram cada vez mais marcantes.

Tentativa falha e equilíbrio

Aos 19, Juan Arce recebeu a sobra de Sanguinetti. Por pouco o meia não ampliou. Na sequência, os times ficaram mais equilibrados. Assim, o Inter sofreu menos com a pressão dos adversários. Além disso, a equipe conseguiu segurar mais a bola. Aos 41, Moisés cruzou, mas Caio Vidal cabeceou fraco. O goleiro do Always conseguiu ficar com a bola.

Gol do Always

Com algumas trocas, o Inter continuou sendo os problemas da etapa anterior. Mas a situação dos brasileiros piorou aos 7. Saucedo recebeu na frente da área e chutou no ângulo direito de Lomba. O goleiro até tentou, mas não alcançou.

Atrás do marcador, o Internacional começou com um caminho de faltas, que resultaram em alguns cartões amarelos. Contudo, o jogo seguiu no 1 a 0.

Defesa e tentativa colorada

Aos 29, Marcelo Lomba mais uma vez salvou o Colorado. Ramallo recebeu nas costas de Cuesta e chutou. Marcelo Lomba defendeu novamente. Na sequência, Yuri Alberto teve a melhor chance de igualar o marcador. Mas a bola acertou a trave.

Números finais

Para encerrar o confronto, os bolivianos deram números finais já nos acréscimos. Zé Gabriel errou na saída de bola e entrou para Saucedo. O jogador acionou Algaranãz. O atacante fuzilou Lomba, fazendo o 2 a 0.

Comentários