#LDnaHistória: 30 de abril

Veja os fatos marcantes desta data ao longo da história. 

Do LD
Lages/SC


No dia 30 de abril, grandes fatos ocorreram marcando a história no mundo, tais como o início da viagem de exploração de Cristóvão Colombo que cerca de quatro meses depois iria descobrir a América, ou a Independência de Nicarágua, a descoberta do Elétron por J.J. Thomson, ou ainda o suicídio de Adolf Hitler e de sua esposa Eva Braun; e ainda a criação da primeira Igreja dedicada ao satanismo no mundo. Confira abaixo os fatos históricos do dia 30 de abril: 

1492 

  • Espanha dá a Cristóvão Colombo sua autorização de exploração. Em outubro daquele ano ele iria realizar a descoberta da América, quando ele iria avistar o território da atual Bahamas, após uma longa jornada para encontrar uma rota alternativa para as Índias. 

1803 

  • Os Estados Unidos compram da França, o Território da Luisiana por US$ 15 milhões. 

1838 

  • Nicaraguá declara independência da República Federal da América Central.

1854 

  • Inauguração da primeira ferrovia do Brasil em seu trecho inicial, ligando o porto de Mauá (atual Guia de Pacobaíba) a Fragoso (atual Magé), no Rio de Janeiro. 

1897 

  • J.J. Thomson, do Laboratório Cavendish, anuncia sua descoberta do elétron como uma partícula subatômica, mais de 1.800 vezes menor do que um próton (no núcleo atômico), em uma palestra na Royal Institution de Londres. 

1900 

  • O Havaí torna-se território dos Estados Unidos. 

1927 

  • Douglas Fairbanks e Mary Pickford são as primeiras celebridades a deixarem suas pegadas no concreto do Teatro Chinês, em Hollywood. Local que ficou ponto turístico no distrito famoso de Los Angeles, na Califórnia. 

1945 

  • Adolf Hitler e Eva Braun se suicidam em um bunker em Berlim. 

1948 

  • Criada a Organização dos Estados Americanos, em Bogotá, na Colômbia.

1966

  • Formada a primeira Igreja de Satã, em São Francisco, na Califórnia. 

2015 

  • Lançada contra a superfície de Mercúrio, a sonda espacial Messenger encerrando sua missão de 11 anos ao planeta. 

2019 

  • O imperador do Japão Akihito abdica em favor do filho Naruhito. É a primeira vez em dois séculos que um imperador japonês deixa sua função ainda vivo, graças a uma lei aprovada sob medida para Akihito. 

Comentários