#LDnaHistória: 25 de abril

Veja os fatos que marcaram essa data na história. 

Do LD 
Lages/SC

Mais de 9 mil pessoas morrem após forte terremoto atingir o Nepal. (Foto: REUTERS)

O dia 25 de abril foi marcado por grandes acontecimentos tais como a batalha de Gibraltar, episódio marcante da Guerra dos Oitentas Anos, travado entre as forças holandesas e espanholas no século XVII ou ainda o início das obras do Canal de Suez, no Egito, o mesmo canal que em 2021 ficou marcado pelo meganavio que acabou encalhando durante a passagem por esse canal. Além disso, a data marca também o tremor de terra no Nepal que causou a morte de mais de 9 mil pessoas. Confira abaixo, os fatos históricos do dia 25 de abril: 

1607 

  • Batalha de Gibraltar, episódio da Guerra dos Oitenta Anos, onde a frota holandesa destrói a armada espanhola. 


1792 

  • "La Marseillaise" (hino nacional francês) é composta por Claude Joseph Rouget de Lisle. 


1859 

  • Início da construção do Canal do Suez, no Egito. Local que em 2021 ficou conhecido mundialmente após um navio cargueiro, um dos maiores do mundo acabou ficando encalhado, causando prejuízos bilionários à economia mundial. 


1916 

  • O Reino Unido declara lei marcial na Irlanda, após militantes republicanos irlandeses provocarem uma rebelião em busca da independência do país em relação ao Reino Unido durante a Semana Santa de 1916, por isso, levando o nome de Revolta da Páscoa. 


1982 

  • Israel devolve ao Egito o controle da península de Sinai após 15 anos de ocupação, após selar os acordos de Camp David. 


1983 

  • A sonda espacial Pioneer 10 viaja além da órbita de Plutão em uma missão interplanetária para explorar o sistema solar exterior. Emitiu sinais até 23 de janeiro de 2003, e atualmente se encontra na constelação de Touro. 


1996 

  • Os 34 países da Organização dos Estados Americanos (OEA) declaram guerra total contra o terrorismo e aprovam um plano de ação para combatê-lo. 


2015 

  • Um terremoto de 7,8 graus na Escala Richter atinge o Nepal, matando mais de 9.100 pessoas. 

Comentários