Lages está preparada para a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe

O cronograma da campanha é composto por três etapas. A primeira delas inicia nesta segunda-feira (12 de abril) a 10 de maio e contempla crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, além das gestantes e puérperas. 

Por FLÁVIO FERNANDES da ASCOM PML
Lages/SC

Foto: MINISTÉRIO DA SAÚDE

A Prefeitura de Lages, por meio da Secretaria Municipal da Saúde iniciará na segunda-feira (12 de abril), a Campanha de Vacinação contra a gripe (Influenza), conforme prevê o calendário do Ministério da Saúde. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) que dispõem de sala de vacina estarão preparadas para receber os grupos prioritários. A imunização contra a Covid-19, que também está em curso, ocorrerá simultaneamente.


O cronograma da campanha é composto por três etapas que se estenderão até 9 de julho. A primeira delas acontecerá de 12 de abril a 10 de maio e contempla crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto). Inicialmente, como Santa Catarina recebeu um baixo quantitativo de doses do Ministério da Saúde, a imunização dos profissionais da saúde contra a gripe iniciará somente após a chegada de nova remessa de vacinas ao estado.

Para as gestantes e puérperas que residem no Centro de Lages, a vacina estará disponível no Centro de Estudo e Assistência à Saúde da Mulher (Ceasm). As pessoas desse grupo que moram em outras regiões da cidade deverão dirigir-se a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua residência, que possua sala de vacina.

No caso das crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade que residem na região central, a imunização contra a gripe será realizada na Central de Vacinas, anexa à Vigilância Epidemiológica. “É importante ter em mãos além do Cartão SUS, a Caderneta de Vacinação”, reforça a Coordenadora de Imunização Franciele Cesar Hoffer Costa.

A partir do dia 11 de maio a 08 de junho, está programada a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a gripe, que passará a comtemplar os idosos (pessoas com 60 anos ou mais) e os professores das redes pública e privada.

A terceira etapa, está prevista para 09 de junho a 09 de julho e permitirá a imunização dos portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento, forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Devido à pandemia da Covid-19, medidas de segurança e prevenção serão intensificadas pela Secretaria Municipal de Saúde.  “Solicitamos a colaboração das pessoas para que respeitem as medidas sanitárias, a exemplo do distanciamento social, para evitar aglomerações nos pontos de vacinação”, destaca a gerente de Vigilância Epidemiológica, Michelli Palma.

Vacina Influenza e Covid-19

O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a gripe conjuntamente. As pessoas que estiverem nos grupos contemplados devem priorizar a imunização contra a Covid-19, observando, um intervalo mínimo de 14 dias entre uma vacina e outra.

Comentários