Área do antigo lixão de Lages será recuperada

O projeto foi capitaneado pela Semasa e tem como parceira a Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina (Unesc), de Criciúma. 

Por ALEX BRANCO da CÂMARA DE LAGES
Lages/SC

Foto: DEBORA BOMBILIO / CÂMARA DE LAGES

O presidente da Câmara de Lages, Gerson Omar dos Santos (PSD), participou do encontro de entrega do diagnóstico completo de recuperação do passivo do antigo lixão de Lages, que prevê a readequação ambiental da área. O projeto capitaneado pela Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa) tem como parceira a Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina (Unesc), de Criciúma/SC, responsável pelo estudo técnico de avaliação e readequação ambiental do antigo lixão de Lages.


Para o secretário da Semasa, Jurandi Agostini, o principal ponto é saber quais medidas devem ser tomadas. “O resultado dá um norte para sabermos o que fazer a curto, médio e longo prazo no sentido de resolver a questão” disse. Diretor de resíduos sólidos da Semasa, Milton Matias destacou a importância dos resultados. “Antes apenas tínhamos dados superficiais, hoje temos amparo em um documento que possibilitará não só a busca de parcerias em projetos, mas também a devolução da área recuperada para a sociedade” afirmou. "Uma gestão de resíduos eficiente é qualidade de vida, é mais saúde e respeito ao meio ambiente", finalizou Matias.

Para o presidente do Poder Legislativo, ter em mãos a real situação da área é fundamental, pois agora os órgãos competentes poderão planejar a reabilitação daquele espaço. “O gesto de preocupação ambiental por parte do município, buscando este estudo, é muito importante, pois possibilita que em breve essa área seja revitalizada e entregue para a população”, afirmou o vereador Gerson.

Comentários