Udesc Lages ativará laboratório para agilizar testagem de Covid-19 no município

Na próxima segunda-feira, o local receberá alvará sanitário, e após isso, o laboratório deverá ser incluído no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e a equipe passará por treinamento no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). 

Por TATIANE ROSA da ASCOM UDESC LAGES
Lages/SC

Laboratório usará técnica RT-PCR, considerada padrão ouro para o diagnóstico - Foto: Tatiane Rosa/Ascom

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, deve ativar, nos próximos dias, o Laboratório de Análises Biomoleculares e Genéticas (Anbiogen) para realizar exames de identificação de Covid-19 de forma gratuita para o município. 


Nesta sexta-feira, 5, representantes da Vigilância Sanitária estiveram no local para uma visita técnica e para informar que o alvará sanitário será emitido na próxima segunda-feira, 8. O alvará é um dos últimos passos para a ativação do laboratório.

Em seguida, o Anbiogen deverá ser incluído no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e a equipe passará por treinamento no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Florianópolis, para então iniciar os trabalhos.

A implantação do laboratório é fruto de uma iniciativa da professora Carla Vogel, possível após o recebimento de recursos de um edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), em junho de 2020. Desde então, a professora vem trabalhando para cumprir todos os trâmites e exigências para ativar a unidade.

Laboratório poderá processar 300 testes por dia

De acordo com Carla Vogel, o Anbiogen tem capacidade para realizar a análise de até 300 amostras por dia. A unidade receberá o material coletado dos pacientes do Centro de Triagem do município e entregará os resultados dos exames em um prazo de até dois dias. 

No momento mais crítico da pandemia, o laboratório da Udesc Lages poderá desafogar a demanda de testes da cidade e da região. "A gente espera que diminua o tempo entre a coleta e o resultado dos exames porque este material não precisará ser enviado para o Lacen, em Florianópolis", diz Carla. 

Parcerias podem garantir baixo custo dos testes

Num primeiro momento, o laboratório realizará os exames de forma gratuita para o município, até que se esgote o recurso recebido da Fapesc. Após isso, serão buscadas parcerias para a compra de reagentes, garantindo baixo custo dos testes, já que a universidade disponibiliza estrutura, equipamentos e mão-de-obra para.  "O laboratório não tem fins lucrativos. Nós precisaremos de parcerias, tanto públicas quanto privadas para pagar o custo dos exames", salienta a professora.

A equipe do Anbiogen, coordenada por Carla, é composta por professores e alunos do Programa Multicêntrico de Pós-Graduação em Bioquímica e Biologia Molecular (PMBqBM) da Udesc Lages. Para a detecção do vírus, os profissionais usarão a técnica RT-PCR, um dos métodos mais confiáveis, considerado padrão ouro para o diagnóstico.

Laboratório não terá contato com pacientes

O Anbiogen analisará as amostras enviadas pelo Centro de Triagem, mas não atenderá nem realizará coleta de material de pacientes. Mesmo assim, terá papel fundamental para agilizar a testagem em Lages e região e baixar o custo das análises.

"Nós sabemos da importância dos testes para o monitoramento dessa doença. Esse é mais um projeto disponibilizado para nossa comunidade, graças à qualificação dos nossos professores", avalia o diretor-geral da Udesc Lages, Clóvis Gewehr.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog