Serra Catarinense é uma das cinco regiões que receberam nota máxima no nível gravíssimo do Mapa de Risco

Todas as regiões do Estado estão no nível gravíssimo, mas cinco apresentaram notas máximas dentro desse nível. 

Do LD
Lages/SC

Foto: SES

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou no final da manhã deste sábado (13), o Mapa de Potencial de Risco da Covid-19 atualizado e mais uma vez todas as 16 regiões do Estado estão no nível gravíssimo (cor vermelha) no potencial de risco de contágio da Covid-19. 


Nesta nova atualização, cinco das 16 regiões apresentaram nota máxima dentro do nível gravíssimo, ou seja, regiões que apresentam ainda mais atenção por parte das autoridades sanitárias, são elas: Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Nordeste e Serra Catarinense, ou seja, essas regiões apresentaram nota 4,0 nas quatro categorias analisadas para classificar como gravíssimo, que são: Evento Sentinela, Transmissibilidade, Monitoramento e Capacidade de Atenção. 

Se compararmos com o mapa de risco da semana passada, houve uma leve melhora, já que anteriormente, haviam seis regiões nesta situação. A região Oeste, mesmo ainda estando no nível gravíssimo, houve uma melhora no quesito transmissibilidade que agora é de 2,5. 

Lages a situação é preocupante

Em Lages, a situação é de preocupação com 100% de ocupação dos leitos de UTI Covid, e com 25 pessoas aguardando por leitos dessa gravidade. São mais de 2,5 mil casos ativos na cidade, totalizando 16.655 desde o início da pandemia, sendo que mais de 13 mil estão recuperados e ainda 250 óbitos causados por complicações da Covid-19. 

A vacinação segue agora para o público de 78 anos ou mais, e atualmente foram mais de 10 mil doses aplicadas entre primeira e segunda doses. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog