PM atende a ocorrência de estupro no bairro Guarujá

Caso aconteceu no final da noite de ontem, quinta-feira (25). 

Do LD
Lages/SC


Um homem de 56 anos foi preso suspeito de cometer um estupro contra uma mulher de 28 anos, no final da noite desta quinta-feira (25), no bairro Guarujá, na zona Norte de Lages, na Serra Catarinense. No momento da prisão, o mesmo encontrava-se somente de cueca. Já a mulher, conseguiu pedir socorro e foi resgatada pela tia de seu namorado. 


Segundo a PM, a guarnição foi acionada por volta das 22h55 na rua Antônio Mendes Silva, onde em contato com o solicitante, namorado da vítima, de iniciais W.A. da S. o mesmo relatou que a sua namorada havia sido vítima de estupro. Em contato com a vítima de iniciais M.L.M. DA S. de 28 anos, a qual relatou que estava juntamente com seu namorado na casa da tia dele de iniciais L.R.A. de 32 anos, fazendo uma visita, e após constatar que ficou tarde, decidiu deslocar para sua casa a pé até um ponto de ônibus, que fica no final da via aonde estava, a via tem pouca luminosidade, seu namorado pediu para que ficasse no telefone celular em contato com ele até embarcasse no ônibus. 

Após alguns minutos de espera do ônibus, no ponto, apareceu um homem magro, sem camiseta, cabelos compridos até o pescoço e lhe agarrou, passou as mãos em seus seios, e a força tentando lhe arrastar para um matagal próximo. Foi aonde gritou por socorro, tendo em vista que ainda estava em contato com seu namorado por telefone. Pouco tempo depois a tia de seu namorado apareceu no local de carro e ajudou a se desvencilhar do homem, que estava em posse de uma faca e insistia em não lhe soltar, inclusive rasgou a sua blusa. 

A vítima também relatou que derrubou sua bolsa no chão antes de embarcar no carro e depois foi levada até residência da tia do seu namorado para ficar em segurança e acionaram a PM no local. 

Diante dos fatos, a guarnição deslocou até a residência repassada pela vítima e pelas testemunhas, onde no local, estava o suposto autor, de iniciais J.A.G. de 56 anos, que foi algemado para salvaguardar a sua integridade física e da guarnição, posteriormente conduzido até aonde se encontrava a vítima e as testemunhas, onde foi prontamente reconhecido por todos. No momento da abordagem, o mesmo estava apenas de cueca. Por estar com ferimento na orelha, foi conduzido ao HNSP para atendimento, e posteriormente liberado e conduzido juntamente com a vítima e testemunhas até a Central de Polícia para os procedimentos cabíveis, inclusive apresentou as vestes da mulher que foram rasgadas na hora do fato.

Comentários