Fundo Municipal da Saúde recebe cerca de R$ 42 milhões para enfrentar a Covid-19

Os lançamentos das despesas gerais estão atualizadas no site da prefeitura municipal de Lages e no Portal Transparência. 

Por IRAN ROSA DE MORAES da ASCOM PML
Lages/SC

Foto: ALINE BORBA / ASCOM PML

Em 2020, o município de Lages recebeu, do Fundo Nacional da Saúde (FNS), o repasse de recursos no montante de R$ 120.285.213,09, dos quais R$ 41.800.167,60 foram destinados especificamente para o enfrentamento da Covid-19, conforme portarias preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS).


Recursos Covid-19

No período de março de 2020 a dezembro de 2020, o total de recursos repassados ao Fundo Municipal da Saúde (FMS) de Lages para as despesas de custeio ao enfrentamento à Covid-19 chegou a R$ 41.800.167,60, e em 2021 no valor de R$ 80.000,00 provenientes do Fundo Nacional da Saúde. A diretora administrativo-financeira do Fundo Municipal da Saúde, Léia Teixeira da Silva, explica que o total de R$ 120.285.213,09 recebidos no ano de 2020 são recursos para as despesas gerais do Fundo, como a Média e Alta Complexidade, Atenção Básica à Saúde, Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária. E destes, o valor de R$ 41.800.167,60 é para o enfrentamento à Covid-19, de acordo com portarias do Ministério da Saúde.

Centro de Triagem

Quanto à previsão de repasse de novos recursos para Lages, exclusivos para a Covid-19, por enquanto o que se tem são R$ 240.000,00 destinados ao custeio de despesas do Centro de Triagem Tito Bianchini, no período que corresponde às competências financeiras de janeiro a março de 2021, ou seja, R$ 80.000,00 ao mês, conforme portaria publicada em 1º de março de 2021. “Quaisquer dúvidas referentes a empenho, contratos licitatórios e aquisições, podem ser dirimidas no site da Prefeitura de Lages ou no Portal da Transparência. Vale salientar que existe a  recomendação do Ministério Público para que todas as despesas sejam devidamente atualizadas e publicadas nestas páginas”, esclarece Léia Teixeira da Silva.

Comentários