Câmara de Lages adota medidas de enfrentamento ao Covid-19

Entre as medidas, está que entre os dias 8 e 15 de março, o acesso às dependências do plenário Nereu Ramos fica reservado aos vereadores e servidores indispensáveis para a realização das sessões. 

Por EVERTON GREGÓRIO da CÂMARA DE LAGES
Lages/SC

Foto: CÂMARA LAGES

Uma reunião da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Lages na manhã de ontem, segunda-feira (8), definiu as diretrizes que o Poder Legislativo vai tomar frente ao Decreto 19.100, expedido pela Prefeitura de Lages, e que adota medidas restritivas de circulação para o enfrentamento da Covid-19. O conteúdo deliberado foi repassado aos demais parlamentares da Câmara em um encontro realizado nesta tarde. Todos os vereadores concordaram com os termos propostos.


Entre os dias 8 e 15 de março, o acesso às dependências do Plenário Nereu Ramos fica reservado aos vereadores e servidores indispensáveis para a realização das sessões, totalizando, no máximo, 24 pessoas. A determinação se estende às reuniões de comissões permanentes e especiais no mesmo período, sendo limitada a presença de até 11 pessoas, incluídos neste número vereadores e funcionários.

O atendimento ao público está suspenso entre os dias 9 e 15 deste mês e os gabinetes dos vereadores funcionarão em regime de teletrabalho. Esta modalidade de trabalho também se aplica ao setor administrativo da Câmara, competindo ao diretor de cada área, sob a orientação da Diretoria-Geral, definir o escalonamento dos funcionários de modo a evitar aglomerações. Da mesma forma funcionarão os serviços de segurança patrimonial, limpeza e portaria, os quais deverão atuar com o número mínimo possível de colaboradores.

Os servidores que não estiverem exercendo atividades presenciais estão à disposição da Câmara de Município de Lages durante a integralidade do horário de expediente e devem preencher diariamente o relatório de atividades externas, sob pena de incidir em infração disciplinar. Os agentes públicos/políticos da Câmara que possuam comprovação médica de sintomas ou mesmo a positivação da Covid-19 serão afastados administrativamente por até 14 dias e deverão seguir os protocolos de saúde pública determinados pela autoridade sanitária local.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog