Rua Presidente Kennedy está em fase de aplicação do asfalto e rua Valério Antunes deve receber pavimentação

Ambas as obras, no bairro Copacabana, estão vinculadas ao Programa Minha Rua Melhor, desenvolvido para substituir vias de chão batido por asfalto. 

Por RAUL ARRUDA da ASCOM PML
Lages/SC


Foto: Ary Barbosa / ASCOM PML

As obras de reurbanização da rua Presidente Kennedy, até o cruzamento com a rua Anápolis, que fazem parte Programa Minha Rua Melhor, são realizadas pela Secretaria Municipal de Planejamento e Obras e devem ser concluídas em cerca de dois meses. A rua Presidente Kennedy está situada entre os bairros Triângulo e Copacabana e faz limite com o bairro Santa Helena. Como se trata de importante via de trânsito naquela área da cidade, as melhorias na rede viária produzirão incremento no fluxo de mobilidade urbana, além de valorizar os imóveis da região.

Foram realizadas obras de terraplanagem, drenagem pluvial, rede de esgoto e 1.730 metros de calçamento nas duas margens da rua. Nos próximos dias a equipe de trabalho deve finalizar o asfaltamento, que foi dividido em duas etapas, totalizando 865 metros lineares e 8.376 metros quadrados de pavimentação asfáltica.

Posteriormente, serão realizados os demais itens que compõem o processo de urbanização: Construção de meio-fio, instalação de placas sinalizadoras e aplicação de tinta reflexiva nas faixas de segurança e nos demais locais de sinalização de trânsito.   

A Secretaria Municipal de Planejamento e Obras também está realizando uma série de melhorias na rua Valério Antunes, no bairro Copacabana, em um trecho de cerca de 232 metros de extensão e que terá um custo total de R$ 463.692,78. A obra faz parte do Programa Minha Rua Melhor e consiste em ações de terraplanagem, instalação da tubulação para drenagem pluvial, abertura das caixas de boca de lobo e construção de meio-fio.

A camada asfáltica será aplicada logo depois que estiver fixada a base para instalação da pavimentação. Segundo o engenheiro civil, Franco Mendes, a conclusão das tarefas ocorrerá em cerca de dois meses, caso o tempo permaneça estável.

Foto: Ary Barbosa / ASCOM PML
Lages Diário

Comentários