Com 83% das obras concluídas, Mercado Público de Lages deve ser entregue à comunidade ainda neste semestre

Local contará com 42 boxes onde serão comercializados produtos coloniais e regionais, além de uma peixaria e um açougue. Além disso, dois restaurantes, um na praça de alimentação e outro na parte superior, em um mezanino. 

Lages/SC

Foto: Greik Pacheco / ASCOM PML

Fechado há mais de uma década, o Mercado Público de Lages, na Serra Catarinense, está em obras há pelo menos dois, e chegam em 2021 com o 83% delas concluídas e a mesmo não contando com uma data precisa de inauguração, a previsão da Prefeitura de Lages através da Secretaria Municipal de Planejamento e Obras (Seplan) é que o mercado seja entregue com as obras concluídas em meados de abril, e com todos os boxes operando em junho. 


O prefeito Antonio Ceron (PSD) esteve no local na manhã desta terça-feira (5) visitando as obras. "Estamos muito satisfeitos com o andamento das obras, que priorizam a cultura e produtos regionais. Com certeza este será mais um ponto turístico da nossa região", comentou Ceron. 

A obra de revitalização do Mercado Público de Lages conta com investimentos na ordem de R$ 6,3 milhões, sendo executada com recursos provenientes de convênio com o Governo do Estado e sendo executada por uma empreiteira de Lages, a mesma responsável pelas revitalizações das praças João Costa, João Ribeiro, Túlio Fiúza de Carvalho, e as ruas Nereu Ramos e Coronel Córdova, após a conclusão das obras, o Mercado Público contará com 3.600m² de área construída, sendo quase 2 mil m² da ala nova. 

A obra conta com ampliação de três baias, junto com uma praça de alimentação com um pequeno auditório e palco para apresentações artísticas e culturais, ocupando atual área de estacionamento. Além disso, são 42 boxes comerciais onde serão vendidos produtos coloniais e regionais, uma peixaria e um açougue, dois restaurantes, sendo um na praça de alimentação e outro no piso superior, em um mezanino. 

Boxes já licitados

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, dos 42 boxes, cinco já foram licitados, sendo uma floricultura, uma hortifruticultura, uma peixaria, uma choperia e cachaçaria e um empório de produtos naturais. O restante dos boxes deverão ser contemplados em um novo processo licitatório que deve abrir em até 60 dias. 

Histórico

O Mercado Público de Lages foi construído entre os anos de 1940 e 1948, em substituição ao Mercado Velho, que ocupava o espaço da praça Vidal Ramos Sênior, ao lado do Terminal Urbano, segundo dados do Museu Thiago de Castro. 

Com o passar das décadas e sem a devida manutenção, o prédio foi se deteriorando. Em 2009, a Defesa Civil interditou o local, devido a ameaça de desabamento do teto do local e passou por reformas, mas desde então, permaneceu fechado. Em 2012, foi lançado o projeto para a reforma, dois anos depois foram conhecido os vencedores do concurso. No dia 25 de maio de 2018, iniciaram as obras de revitalização. Desde então, passaram-se três datas de inauguração e o mercado não foi entregue. 

Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Empresário Lucas De Zorzi morre em acidente no Cânion Espraiado em Urubici

Acidente entre carro e trator deixa três pessoas feridas em Palmeira