Último leilão de gado do ano rende mais de R$ 1 milhão e 670 mil

O leilão realizou a comercialização de 498 animais entre bois, novilhas e grande variedade de vacas, na noite de ontem, segunda-feira (23).
 
Da ASSESSORIA DO SINDICADO RURAL DE LAGES
Lages/SC

Foto: Paulo Chagas / Divulgação

Promovido pelo Sindicato Rural de Lages, o último leilão da temporada 2020 comercializou exatos 498 animais entre bois, novilhas e grande variedade de vacas, na noite desta segunda-feira,23, no Parque Conta Dinheiro. O modo virtual foi novamente utilizado propiciando a segurança aos leiloeiros e ao pessoal de apoio, e principalmente, favorecendo a larga abrangência no campo de comercialização para todo o Estado de Santa Catarina, e a regiões vizinhas do Rio Grande do Sul e do Paraná. Depois de quase seis horas de remates, a última batida do martelo apontou um faturamento de R$ 1 milhão 670 mil e 670 reais.
 
Conforme salientou o leiloeiro Delamar Macedo, da Camargo Agronegócios, os preços médios foram muito bons, demonstrando a forte valorização dos animais da Serra Catarinense neste ano. Neste leilão, os bois alcançaram a média por quilo em pé de R$ 10,41; as novilhas R$ 9,19; vacas c/cria R$ 8,19; vacas prenhas R$ 7,32; vacas servidas R$ 8,01 e vacas vazias R$ 7,60. “Foi um ano complicado e que obrigou a utilização de adaptações. Todos os leilões do ano foram no sistema online através da Camargo e do Lance Rural, portanto, sem a presença de público. Porém, a virtualidade deu ao setor a oportunidade de comercializar os animais e movimentar o agronegócio serrano, com enorme sucesso”, ressaltou Delamar.

  

Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Empresário Lucas De Zorzi morre em acidente no Cânion Espraiado em Urubici

Acidente entre carro e trator deixa três pessoas feridas em Palmeira