Programa que reúne melhores estudantes de Engenharia Florestal tem aluno da Udesc/CAV em grupo vencedor

O acadêmico Murilo Rosa Frederico, do CAV/Udesc, é um dos integrantes do grupo vencedor do programa Talento Florestal 2020, que busca os melhores estudantes dos melhores cursos do País, com objetivo de apresentá-los às melhores empresas florestais.   

Por TATIANA ROSA da ASCOM CAV/UDESC
Lages/SC

Grupo vencedor tem acadêmico da Udesc, Murilo Rosa Frederico, como um dos integrantes. (Foto: Divulgação)

O acadêmico Murilo Rosa Frederico, do curso de Engenharia Florestal do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, é um dos integrantes do grupo vencedor do programa Talento Florestal 2020, que busca os melhores estudantes dos melhores cursos do País, com o objetivo de apresentá-los às melhores empresas florestais.

Divididos em grupos compostos por estudantes de universidades diferentes, o desafio era montar, em três dias, um planejamento para uma empresa fictícia fornecedora de madeira, para a produção de papel e celulose e de carvão vegetal. Além disso, tinham a missão de preparar um vídeo educativo, com práticas de prevenção para a Covid-19, que teria os colaboradores da empresa como público-alvo.

A dificuldade extra encontrada pelos participantes do Talento Florestal, este ano, foi que o programa, realizado de 17 a 19 de novembro, aconteceu de forma totalmente on-line. A interação aconteceu a distância, com cada integrante em sua cidade. "Trabalhamos juntos e com harmonia. Um escutando o outro, desde o início até o final”, conta Murilo.

Ao todo, participaram do programa 113 estudantes de engenharia florestal de 28 cursos de todo o Brasil. "É uma grande experiência nos depararmos com pessoas de outras universidades e culturas. Sempre absorvemos ensinamentos", avalia Murilo. Além dele, a Udesc Lages foi representada por outras quatro acadêmicas que integraram diferentes grupos: Geórgia Levorse Oliveira, Milena Hardt, Milena do Amaral e Soriane Schutter.
 
O chefe do Departamento de Engenharia Florestal da Udesc Lages, professor Thiago Stepka, explica que o evento reúne os cinco melhores alunos dos melhores cursos de Engenharia Florestal, de acordo com avaliação do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). "É uma oportunidade para os alunos das diferentes instituições socializarem e desenvolverem a capacidade de gestão, organização de grupo e trabalho em equipe, o que pode contribuir muito para a formação deles", fala o professor.

Divididos em grupos compostos por estudantes de universidades diferentes, o desafio era montar, em três dias, um planejamento para uma empresa fictícia fornecedora de madeira, para a produção de papel e celulose e de carvão vegetal. Além disso, tinham a missão de preparar um vídeo educativo, com práticas de prevenção para a Covid-19, que teria os colaboradores da empresa como público-alvo.

A dificuldade extra encontrada pelos participantes do Talento Florestal, este ano, foi que o programa, realizado de 17 a 19 de novembro, aconteceu de forma totalmente on-line. A interação aconteceu a distância, com cada integrante em sua cidade. "Trabalhamos juntos e com harmonia. Um escutando o outro, desde o início até o final”, conta Murilo.

Ao todo, participaram do programa 113 estudantes de engenharia florestal de 28 cursos de todo o Brasil. "É uma grande experiência nos depararmos com pessoas de outras universidades e culturas. Sempre absorvemos ensinamentos", avalia Murilo. Além dele, a Udesc Lages foi representada por outras quatro acadêmicas que integraram diferentes grupos: Geórgia Levorse Oliveira, Milena Hardt, Milena do Amaral e Soriane Schutter.
 
O chefe do Departamento de Engenharia Florestal da Udesc Lages, professor Thiago Stepka, explica que o evento reúne os cinco melhores alunos dos melhores cursos de Engenharia Florestal, de acordo com avaliação do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). "É uma oportunidade para os alunos das diferentes instituições socializarem e desenvolverem a capacidade de gestão, organização de grupo e trabalho em equipe, o que pode contribuir muito para a formação deles", fala o professor.

Na edição anterior, a universidade também teve outro acadêmico em um grupo premiado com a terceira colocação. "Foi uma vitória para o curso de Engenharia Florestal da Udesc, através da qual podemos verificar o potencial de formação dos nossos acadêmicos perante os outros cursos em nível nacional", conclui Stepka. 

Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Empresário Lucas De Zorzi morre em acidente no Cânion Espraiado em Urubici

Acidente entre carro e trator deixa três pessoas feridas em Palmeira