Prefeito Ceron concede coletiva à imprensa e detalha assuntos administrativos

“Quantos às atividades econômicas, elas não podem ser paralisadas. Elas continuarão seguindo-se normas básicas de cuidados sanitários. Fechamento das atividades só se vier através de decretos editados pelo Estado, ou seja, em nível de município não se pensa em adotar o fechamento de atividades econômicas” – prefeito Antonio Ceron.

Por IRAN ROSA DE MORAES da ASCOM PML
Lages/SC

Foto: Nilton Wolff / Divulgação

O prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese, em entrevista coletiva, na manhã desta terça-feira, 17 de novembro, falaram sobre assuntos elementares da administração pública como a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o ano letivo escolar, sobre obras públicas em andamento, para em seguida responder a uma série de questionamentos dos repórteres e jornalistas. A coletiva ocorreu no Espaço Cultural Aristiliano Ramos (Praça João Costa) com a participação também dos secretários da Administração e Fazenda, Antônio César Arruda; da Educação, Ivana Michaltchuk; da Saúde, Claiton Camargo de Souza, além do superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi.
 
Na questão da pandemia, o prefeito Antonio Ceron (reeleito para o quadriênio 2021-2024) disse que a situação é preocupante e que medidas serão adotadas, necessariamente, como por exemplo a volta da fiscalização, através da Força de Segurança. Porém tudo está sendo analisado com base em dados técnico-científicos. “Quanto às atividades econômicas, elas não podem ser paralisadas. Elas continuarão seguindo-se normas básicas de cuidados sanitários. Fechamento das atividades só se vier através de decretos editados pelo Estado, ou seja, em nível de município não se pensa em adotar o fechamento de atividades econômicas”, esclareceu o prefeito.
 
Ceron disse que a realização das eleições, neste período de pandemia, foi um ato “irresponsável”, que no entanto foi imposto aos brasileiros. Na sua avaliação, as eleições municipais deveriam ter sido adiadas, o que não ocorreu.
 
O secretário de Saúde, Claiton Camargo Souza, complementou explicando que o número de casos de Coronavírus têm aumentado, nas últimas semanas, notadamente neste período de 14 dias pós feriadão de Finados (em 2 de novembro). “O número de pessoas monitoradas pela Secretaria de Saúde aumentou, porém todos os procedimentos e atendimentos estão sendo realizados, bem como tomadas todas as medidas necessárias para adequar o número de leitos de UTI e de enfermarias à demanda médico-hospitalar”, explicou Claiton.
 
O secretário disse também que mais profissionais de saúde, que atuam na linha de frente de prevenção e combate ao Coronavírus, foram positivados e isso deixa uma lacuna no quadro de servidores da Saúde que precisa ser preenchida de imediato. “Temos conversado com os acadêmicos de medicina, especialmente, aqueles das últimas fases do curso, para que venham ocupar as vagas de que necessitamos”, disse o secretário de Saúde.
 
O prefeito Antonio Ceron disse que não irá rescindir o contrato dos ACT’s (professores contratados), enquanto que a secretária da Educação, Ivana Michaltchuk, falou sobre a situação geral do ano letivo escolar na rede municipal de ensino. “O ano escolar fechará em 14 de dezembro de 2020. A grande maioria dos alunos foram até as escolas buscar as atividades elaboradas pelos professores para serem desenvolvidas em casa. E as avaliações estão sendo feitas. Assim, será fechado o ano letivo com 800 horas de atividades escolares, aprovado pelo Conselho Nacional de Educação”, explica a secretária da Educação. Já o ano letivo 2021, segundo informa Ivana, deverá ser iniciado a partir do dia 4 de fevereiro.
 
Natal 2020
 
Ceron disse que as principais praças e parques da cidade, bem como a avenida Camões serão decoradas, para o Natal 2020, mas no entanto não haverá programação de eventos. “Neste momento de pandemia não cabe a liberação de eventos, como shows e apresentações artísticas)”, falou o prefeito.
 
Obras Públicas
 
Perguntado sobre o andamento das obras de infraestrutura urbana, o prefeito disse que já foram pavimentadas cerca de 200 vias públicas e que este projeto continuará sendo realizado, com prioridade para a reurbanização dos bairros.
 
Garantiu que o novo prédio do Mercado Público Municipal (restaurado e ampliado) deverá ser inaugurado brevemente, sendo que os recursos estaduais estão garantidos, com repasses a serem efetivados brevemente, conforme garantia do Governo do Estado.
 
As obras de implantação da avenida Ponte Grande estão em processo de licitação para pavimentação asfáltica, uma vez que o primeiro trecho da rede saneamento básico já foi concluído (trecho que se estende desde o condomínio Ponte Grande até o cruzamento com a BR-282). 

Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’