Polícia Civil deflagra a Operação “Bioma” em combate ao tráfico de animais silvestres em SC e dois Estados

Foram cumpridos 25 mandados de busca  e apreensão e quatro mandados de prisão temporários em Santa Catarina e também no Rio Grande do Sul e São Paulo.   

Da AGÊNCIA LD
Lages/SC

Foto: PCSC / Divulgação


A Polícia Civil de Santa Catarina através da Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais (DRCA) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) deflagrou nesta segunda-feira (23) a Operação “Bioma” que visa combater o tráfico de animais silvestres em Santa Catarina, e que contou com apoio de equipes das polícias civis de São Paulo e do Rio Grande do Sul.

::: Receba as notícias no seu WhatsApp. Clique aqui e inscreva-se
 
Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e outros quatro mandados de prisões temporárias expedidos pela Justiça catarinense e também gaúcha e paulista, em 15 cidades, tendo como alvo em tese, comerciantes irregulares, intermediadores, caçadores, fomentadores do tráfico animal e encarregados de falsificar anilhas e documentação.
 
Em Santa Catarina, as equipes cumpriram mandados em Itajaí, Itapema, Penha, Biguaçu, Antônio Carlos, Tijucas, Balneário Camboriú, Joinville, Timbó, Guabiruba e Blumenau. Já no Rio Grande do Sul foi cumprido mandados em Arroio Grande e Rio Grande, além de São Paulo e Osasco, ambas no estado paulista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os envolvidos poderão responder por crimes como associação criminosa, maus tratos a animais, caça de espécies da fauna silvestre, falsidade documental, entre outros delitos.
 
O tráfico de animais
 
É considerado um mercado altamente nocivo à fauna brasileira, que movimenta volumosos valores, atrai aqueles que pagam para ter animais e aves raras a qualquer custo, perdendo apenas para a movimentação financeira do tráfico de drogas e de armas.
 
Além da captura ilegal, dos maus tratos e mortalidade durante o transporte, da comercialização por preços altos, das fraudes contra compradores, o mercado irregular de animais e aves silvestres traz um prejuízo enorme ao meio ambiente, uma vez que a retirada destes animais de seus habitats naturais e sua manutenção em ambiente doméstico gera desequilíbrios aos ecossistemas de origem.
 
Há ainda um outro problema, são muitos comuns os casos de aquisição e posterior abandono do animal em meio ambiente inadequado, devido à dificuldade no trato e adaptação ao novo meio, gerando um novo problema ambiental e mais sofrimento aos animais.
Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Empresário Lucas De Zorzi morre em acidente no Cânion Espraiado em Urubici

Acidente entre carro e trator deixa três pessoas feridas em Palmeira