Novembro Azul: Lages terá programação especial voltada à saúde do homem

Neste ano, devido à pandemia, não será possível realizar os atendimentos noturnos, com exclusivamente aos homens, como era feito nos outros anos. O atendimento nas Unidades Básicas de Saúde está sendo das 7h às 19h.
 
Por ALINE TIVES da ASCOM PML
Lages/SC

Foto: Divulgação
Com a chegada do mês de novembro, iniciam-se as campanhas sobre o Novembro Azul, com o objetivo de conscientizar sobre a prevenção do câncer de próstata e maiores cuidados com a saúde do homem. Este ano, com a pandemia do novo Coronavírus, muitas programações precisaram ser reformuladas ou enxugadas, para disseminar esses conceitos, garantindo ao mesmo tempo a segurança sanitária necessária neste momento.
 
Em Lages não está sendo diferente. A Secretaria Municipal da Saúde programou uma semana de ações preventivas que serão realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros. De 16 a 20 de novembro as unidades estarão com atendimentos diferenciados, voltados à saúde do homem, como testes rápidos, atendimentos odontológicos, consultas médicas e de enfermagem. “Todos os meses do ano são voltados para a prevenção, sejam em ações ou atendimentos através da Secretaria da Saúde, mas como novembro tem maior visibilidade preparamos uma programação especial para chamar mais a atenção para este tema”, ressalta Melissa Proença Palma Nunes, gerente das Unidades de Saúde.
 
Durante a pandemia o atendimento nas unidades está sendo das 7h às 19h. Neste ano, não será possível realizar os atendimentos noturnos, com exclusividade aos homens, como era feito nos outros anos. “Lembramos que não é somente para os homens, mas as unidades também estarão atendendo normalmente o público em geral que tiverem consultas agendadas”, comenta Melissa.
 
Vencer o preconceito é o maior desafio
 
É muito comum dentre a população masculina, existir certo receio em relação a algumas questões quanto à saúde e cuidados pessoais. Isso precisa ser desmistificado, para que dessa maneira os homens possam se sentir à vontade para cuidar da própria saúde sem medo de sofrer preconceito. “Este é o maior desafio ao tentarmos promover as mudanças de hábitos nos homens, principalmente sobre a necessidade de fazer o exame de toque, que é cercado de tabu”, conta o doutor Julio César de Castro Ozorio, que atua na Medicina de Família e Comunidade, na UBS do bairro Frei Rogério.
 
O Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata é celebrado no dia 17 de novembro, mas os cuidados precisam ser recorrentes. “É muito importante termos este mês para enfatizar ainda mais a conscientização entre os homens, mas os exames devem ser feitos em qualquer época do ano”, ressalta o médico.
 
Quando começar a se preocupar
 
Homens com 45 anos que têm fatores de risco devem começar a fazer o exame anualmente, mas se não for o caso, pode iniciar aos 50 anos, conforme explica o médico. O mais importante é focar na prevenção, mas a luz de alerta para o homem pode acender quando ele começar a sentir alguns sintomas característicos, como dificuldade para urinar, não conseguir esvaziar totalmente a bexiga, perda do jato urinário, presença de sangue na urina ou dores ao urinar são fatores que levam o homem a se preocupar. “O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor maligno mais comum no homem, perdendo apenas para o câncer de pele, e tem um crescimento lento e muitas vezes sem sintomas, por isso os homens não se preocupam em procurar um médico. Considerando que esta já é uma característica do homem, de não consultar enquanto não sentir dor. Já as mulheres fazem exames preventivos mais seguidos”, afirma o doutor Julio.
 
Dentre os fatores de risco importantes que devem ser observados é o histórico familiar, principalmente se algum parente de primeiro grau já teve o câncer de próstata. Homens da raça negra têm uma incidência maior deste tipo de câncer, assim como alterações genéticas podem contribuir. Outros como a obesidade e tabagismo também são relacionados, mas ainda de forma incerta. Uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas podem ajudar a prevenir este tipo de câncer.
  
Lages Diário

Comentários

  1. Pra trabalhar a noite dai só os que estão na cidade vai poder ser atendidos os caminhoneiros tem consulta p fazer com urologista se não tiver em casa volta lá pro final da fila e antes se eles ñ estive chegado era adiado a consulta p dia Que ele chegasse d pq quem é caminhoneiro ñ quando ele quer é quando carrega oque adianta pagar em postos é quando quer uma consulta tem Que pagar e com a pandemia tá curto o salário é difícil na saúde p fazer uma consulta

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’