Nova nuvem de gafanhotos está perto da fronteira da Argentina com o Brasil

Alerta foi emitido pelo Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina que acompanha a situação.  

Da AGÊNCIA LD
Lages/SC
 
Foto: Reprodução / Twitter

O governo argentino através do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) monitora a situação de uma nova nuvem de gafanhotos que está sobre a região de Campo Viera e Itacaruaré, na província de Misiones, cidades que ficam próximas à fronteira do Brasil na altura dos municípios gaúchos de Rincão Vermelho e Porto Xavier.

::: Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui e inscreva-se
 
Até o momento, os gafanhotos causaram estragos em lavouras de erva-mate, sendo vistos em pelo menos três fazendas de Campo Viera e em uma de Itacaruaré, mas sem deixar grandes prejuízos, se comparado as nuvens de gafanhotos que surgiram em meados de agosto deste ano.
 
Essa nova nuvem de gafanhotos é da espécie conhecida como tucura, e segundo, especialistas da Senasa, não tem como característica percorrer grandes distâncias, por isso, mesmo com a proximidade, é possível que a nuvem não chegue ao Brasil. 

Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog