22 de novembro de 2020: 254 anos de Lages!

22 de novembro é o dia de fundação do município com mais de 159 mil habitantes.  

Foto: Maurício Santos / Arquivo Agência LD

Neste domingo, 22, é dia de celebrar aquela que leva o nome desse portal, sim, Lages a cidade conhecida como Terra de Encantos ou ainda como a Princesa da Serra completa neste domingo, 254 anos de fundação. De Santa Catarina é a quarta mais antiga, atrás apenas de São Francisco do Sul (1658); Laguna (1676) e Florianópolis (1726).

::: Receba as notícias no seu WhatsApp. Clique aqui e inscreva-se
 
Lages se destaca por suas belezas naturais, tais como Salto Caveiras, o Parque Natural com uma ampla quantidade de espécies da flora e fauna da Mata Atlântica em pleno perímetro urbano, isso sem falar da Coxilha Rica, um enorme pedaço do território do município (equivalente ao tamanho da cidade do Rio de Janeiro), com belos campos, rios e cachoeiras, mas também é destaque por belos cartões postais na cidade. Como não falar da Catedral Diocesana, inaugurada em 1927, sem dúvidas, uma das mais belas do país. Bem próxima dela tem o prédio da prefeitura ou o Colégio Rosa, ambas exemplos de beleza arquitetônica. 

Catedral Diocesana de Lages. (Foto: Maurício Santos / Arquivo Agência LD)

Se você é lageano ou serrano, com certeza já passou algum momento no Parque Jonas Ramos, o nosso querido Tanque, o local é um ponto de encontro dos lageanos e serranos, especialmente aos finais de semana, seja para reunir família e/ou amigos para colocar o papo em dia, ler um livro, cantar, ou simplesmente tomar um chimarrão à beira do lago. Há quem opte por uma bela vista da cidade e esse local fica no Morro da Cruz, por lá, o visual de praticamente toda a cidade pode ser contemplada, ainda mais por se for durante um pôr do sol que encanta a qualquer pessoa.
 
Lages tem defeitos assim como qualquer cidade, mas as qualidades se sobressaem, já falamos das belezas naturais e monumentos construídos pelo homem, mas o fundamental em uma cidade são as pessoas, e Lages sem dúvidas se destaca por seu povo acolhedor e batalhador, que mesmo diante de percalços sabe tirar de letra e não desiste daquilo que almeja.

Parque Jonas Ramos, o Tanque, no Centro de Lages. (Foto: Celio William / Arquivo Agência LD)

Lages, polo regional
 
A cidade também é um polo macrorregional concentrando as principais demandas de toda a região da Serra Catarinense, e de cidades do Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte, e Alto Vale do Itajaí, tais como universidades, hospitais e um comércio forte, responsável por atender consumidores não apenas da cidade, mas de várias regiões.  
 
Nas universidades de Lages atende alunos não apenas da região Serrana, mas de outras cidades do Estado e até mesmo dos estados vizinhos Rio Grande do Sul e Paraná, fora os acadêmicos contemplados pelo ProUni, do Governo Federal, e que vieram de vários outros estados espalhados pelo Brasil. São três grandes universidades instaladas na cidade, Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac); Centro Universitário Unifacvest; e o Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). A cidade conta com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).
 
Já na área da Saúde, Lages conta com cinco grandes hospitais, três deles públicos como o Hospital e Maternidade Tereza Ramos (HMTR); Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), e o Hospital Infantil Seara do Bem (HISB), que são referências em muitas especialidades.  

O comércio é sem dúvidas, o principal empregador em Lages. São milhares de lojas que comercializam diversos tipos de produtos, tais como calçados, vestuário, eletrônicos, móveis e eletrodomésticos, alimentos. Há seis anos conta com um dos maiores shoppings centers de Santa Catarina com grandes redes como Lojas Americanas, Renner, Riachuelo, Samsung, Burger King, Bob’s, Studio Z, Cinemark, entre outras.
 
Já na indústria, o polo madeireiro continua sendo o forte da cidade e deve ganhar um reforço de peso com a chegada da unidade fabril da Berneck que tem inauguração prevista para 2021, mas não é o único, já que a cidade conta com a Ambev – maior cervejaria do mundo; Klabin, no ramo de papel e celulose; Minusa e GTS do Brasil, ambas no ramo de peças e implementos agrícolas, são algumas delas.
 
Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, Lages no setor econômico respira com registro de novos empregos e poucos fechamentos.


Lages, a terra das Leoas e do Leão Baio

No esporte, Lages tem se tornado a cidade do futsal feminino com as Leoas da Serra, equipe que em pouco tempo se tornou campeão de tudo que competiu, desde o Campeonato Catarinense até ao Mundial de Clubes, passando por títulos nacionais e a Libertadores da América. É nas Leoas que joga a seis vezes melhor do mundo da categoria, Amandinha.

Leoas fazem volta olímpica com o troféu do Intercontinental. (Foto: Fom Conradi / Fomtography)

Recentemente, o Lages Futsal no naipe masculino começou sua caminhada pela Divisão Especial jogando contra tradicionais equipes como o Jaraguá e o Joinville Futsal.
 
Mas não é apenas no futsal que Lages se destaca, a cidade tem ainda o Inter de Lages que atualmente disputa a Série B do Campeonato Catarinense. Há equipes ainda no handebol como a “HandLages”, natação, atletismo, vôlei, entre outras modalidades. A cidade já foi sede dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) por três oportunidades, a mais recente em 2017, foi uma das maiores já realizadas pela Fesporte.
 
Lages, a Terra da Festa do Pinhão

. Festa do Pinhão é um dos maiores patrimônios de Lages. (Foto: Maurício Santos / Arquivo Agência LD)

A cultura lageana também é destaque com um dos principais palcos do Sul do Brasil, o Teatro Marajoara que recebe anualmente diversas peças sejam elas produzidas por artistas lageanos, assim como também de renome nacional. O Centro Serra é um dos maiores centros de eventos de Santa Catarina e responsável por receber desde shows, formaturas até palestras e eventos corporativos.
 
O Salão do Livro também recebe anualmente grandes nomes da literatura nacional, e responsável por transformar a praça Joca Neves no Centro da Leitura.
 
Mas quando se fala em cultura e entretenimento em Lages, muitos já ligam a Festa do Pinhão, impossível não citar aquele que é um dos maiores patrimônios culturais de nossa cidade. O evento atrai anualmente mais de 200 mil pessoas que além de aproveitarem os tradicionais shows dos maiores artistas do país também apreciam a gastronomia típica à base de pinhão como paçoca e o entrevero, além das bebidas, tais como o ponche ou quentão. O tradicionalismo está presente com os CTGs e os festivais de música nativista Sapecada da Serra Catarinense e Sapecada da Canção Nativa.
 
O Natal Felicidade também se tornou nos últimos anos, um dos principais eventos da cidade com diversas atrações locais e shows nacionais, além de uma decoração encantadora, como o túnel encantado que cobria a rua Nereu Ramos, belo local para tirar aquela selfie.

Túnel Encantado, no Centro de Lages, durante o Natal Felicidade. (Foto; Maurício Santos / Arquivo Agência LD)
Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’