Réu irá a júri popular acusado de feminicídio em Lages

Caso aconteceu em 2018 quando acusado teria matado a companheira durante uma discussão por ciúme e depois enterrado no quintal de casa.
 
Por AGÊNCIA LD,
Lages/SC



Nesta terça-feira (27), a partir das 10h, ocorre no Tribunal do Júri na comarca de Lages, na Serra Catarinense, o julgamento de João Batista Campos acusado de feminicídio ocorrido há pouco mais de dois anos, e que chocou toda a comunidade, especialmente os moradores do bairro Cristal, zona Norte de Lages. Para evitar o contágio do coronavírus, os trabalhos ocorrem sem a presença do público. Apenas alguns familiares serão autorizados a acompanhar o julgamento.


A denúncia do Ministério Público, consta que o Batista, com 60 anos na época do fato, mais precisamente no dia 26 de setembro de 2018, agrediu a mulher violentamente com socos, chutes, pauladas e empurrões contra as janelas e portas até a morte, e posteriormente, visando esconder o crime que havia cometido, ocultou o corpo da vítima no quintal da casa, em meio à horta. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 54 anos, o corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte ao crime pela Polícia Militar após uma das filhas do casal estranhar a horta estar com a terra revirada.
 
O homem confessou o crime, e foi preso. O homicídio é qualificado pelo motivo torpe, meio cruel e surpresa. O réu, que é reincidente em crime doloso contra a vida, está preso no Presídio Masculino de Lages. 
Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’