Júri definirá o futuro de homem acusado de cometer feminicídio na comarca de Lages

O réu está preso desde a data em que teria matado a companheira na presença de uma criança de cinco anos, em novembro de 2019, no bairro Restinga Seca, zona Norte de Lages.
 
Por TAINA BORGES do NCI/TJSC
Lages/SC



Um homem de 42 anos será julgado por feminicídio na próxima terça-feira (3/11), em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Lages. Ele é acusado de cometer os crimes de homicídio qualificado por feminicídio, motivo torpe, surpresa e meio cruel, e abandono de incapaz. O réu está preso desde a data em que teria matado a companheira na presença de uma criança de cinco anos, em novembro de 2019, no bairro Restinga Seca.
 
Consta na denúncia do Ministério Público que o acusado desferiu vários golpes com uma ferramenta de madeira e ponta metálica contra a vítima, a maior parte na região da cabeça. As agressões começaram enquanto a mulher dormia. No mesmo quarto estava a neta dela.
 
Ele teria cometido o delito porque supostamente um dos filhos da esposa havia subtraído objetos da sua casa. Depois do homicídio, o homem abandonou a criança que morava com o casal. Não havia outras pessoas, somente o corpo da avó na cozinha da residência, em uma região afastada da cidade. 
Lages Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enquete: participe e vote em quem você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2019

Lages a Nova Iorque com a Azul, a partir de junho

Internautas reagem a Mario Motta na bancada do ‘Jornal Nacional’